Arranca cabeça do rival e foge com a ex

Depois de passar uma semana foragido, um pedreiro de 31 anos foi preso, na madrugada de anteontem, após confessar ter assassinado o marido da ex-mulher na frente dela e do filho do casal, de 6 anos. O crime com requintes de crueldade foi cometido no último dia 7, em uma fazenda na zona rural da cidade de Santa Fé de Minas, no Norte do Estado.

Segundo informações da Polícia Militar, logo após o assassinato, Delvair de Assis, conhecido como Nenê, sequestrou a ex-mulher e o filho e os manteve em cativeiro até o fim de semana passado, quando foi preso. De acordo com a PM de Lagoa Grande, no Alto Paranaíba, o suspeito premeditou matar o vaqueiro Afreu Pereira Silva, de 45 anos, com quem sua ex-mulher estava vivendo há cerca de quatro meses, em uma fazenda próximo à cidade. "Ele mesmo disse que não ia aguentar ver a mulher com outro e preferia matar do que passar por uma situação dessas", disse o soldado Olavo Augusto, do 55º Batalhão da PM.

Tomado por um ataque de ciúme, Assis invadiu a residência do casal por volta das 22h e desferiu vários golpes de facão contra o vaqueiro - que teve a cabeça degolada, além das mãos, pés e pernas amputadas. Toda a barbárie foi presenciada pela dona de casa Maria de Lourdes Ferreira, de 37 anos, e pelo filho do suspeito, na sala de estar da residência. Após o crime, o pedreiro roubou cartões de crédito e um celular da vítima. Ele escondeu o corpo do vaqueiro em um quarto da casa e obrigou a ex-mulher e o filho a fugirem com ele em uma moto roubada da vítima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!