Invasão da Rocinha terá 2 mil homens, aparato bélico.



Com efetivo de cerca de 2 mil homens, a ocupação da Favela da Rocinha, na zona sul do Rio, deve ter mobilização bélica comparada apenas ao aparato usado na invasão ao Complexo do Alemão. Além da retomada da favela, o policiamento será reforçado em toda a zona sul carioca e áreas turísticas, para evitar atentados ou represálias. O secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, confirmou ontem que a invasão será às 5h de amanhã.

Uma das preocupações é com o fluxo de turistas na Estrada das Paineiras, acesso ao Cristo Redentor. Policiais do Batalhão de Polícia Florestal e Meio Ambiente vão reforçar o patrulhamento a partir da Vista Chinesa, nas proximidades das matas, que serão ocupadas por homens do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!