Mulher seminua tenta suicídio em Ipatinga

Viciada em crack ameaçava pular do viaduto sobre a Avenida Cláudio Moura, mas foi convencida por uma amiga a desistir 

AKR 

Após desistir de se matar, a viciada foi medicada em uma ambulância do Corpo de Bombeiros
IPATINGA –
 Seminua, uma jovem mulher viciada em crack mobilizou várias autoridades no início da tarde desta sexta-feira (16), ao sentar na mureta do viaduto sobre a Avenida Cláudio Moura, nas imediações do Estádio Lamegão, ameaçando pular do local. Unidades do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), além de viaturas da Polícia Militar, foram acionadas para a ocorrência, mas a suicida só desistiu do intento depois da chegada de uma amiga.   

A mulher estava na Avenida Pedro Linhares (BR-381), perto da concessionária de carros Granville, da Peugeot. Testemunhas disseram que ela é dependente de crack e que já era a quinta vez que ameaçava pular do local. Nesta sexta-feira, durante a tentativa de cometer suicídio, a jovem estaria sofrendo uma crise de abstinência da droga.
Algumas pessoas que presenciaram a ação da mulher e já a conheciam decidiram telefonar para uma amiga dela, uma adolescente que estava no Bairro Veneza e acionou um mototaxista após receber a ligação e seguiu imediatamente para o local. A amiga, que trabalha vendendo cachorro-quente, conseguiu acalmar a viciada e convencê-la a não mais cometer suicídio. 

Arredia
A adolescente também conseguiu levar a mulher até uma ambulância do Corpo de Bombeiros com o objetivo de acalmá-la e medicá-la para conter a crise de abstinência do crack. No entanto, já dentro da viatura, a viciada ficou arredia e saiu por uma janela, mas foi contida por um dos bombeiros e imobilizada.

Muitas pessoas pararam no local onde a mulher ameaçava tentar suicídio e acompanharam os trabalhos da PM, do Corpo de Bombeiros e do Samu. Alguns motoristas chegaram a parar seus carros e o fato atraiu a curiosidade de dezenas de populares. Antes da chegada da amiga, a viciada chegou a arremessar pedras contra pessoas que tentavam convencê-la de desistir do suicídio. A mulher foi levada para o Hospital Márcio Cunha (HMC). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!