Policiais são presos após matarem jovem no bairro Lindéia

 Três policiais militares, lotados na 1ª Companhia de Missões Especiais, foram presos após matarem um jovem de 19 anos no bairro Lindéia, na região do Barreiro, em Belo Horizonte, na noite de sábado (24).
Segundo o tenente-coronel Sacramento, os policiais estão detidos no quartel da polícia, à disposição da Justiça. Eles teriam dito que agiram em legítima defesa.
Conforme o tenente-coronel, os policiais contaram que a morte ocorreu durante uma troca de tiros iniciada pelo jovem. O rapaz teria sido atingido por dois disparos, sendo um na região do abdômen, socorrido para um hospital de Contagem, na região metropolitana da capital mineira, onde não resistiu aos ferimentos e morreu.
Os policiais acusados teriam dito também que foram acionados por populares que afirmaram que o jovem estava andando armado pela região. O rapaz teria feito uma mulher e um bebê de sete meses reféns durante o confronto com os militares, informou o tenente-coronel.
A família nega a versão. Segundo relato de parentes, o jovem teria tentado se esconder em uma residência, mas foi executado friamente. Parentes afirmam também que o rapaz estava sendo vítima de perseguição policial há alguns dias, por motivo não especificado.
O caso deve ser investigado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!