Baleado em Fabriciano, menor não resiste

Adolescente recebeu tiros no pescoço, ombro direito e mão esquerda. Ele pode ser mais uma vítima das drogas 

IPATINGA – Uma semana após ter sido baleado na Rua Vale do Tefé, no Bairro Morada do Vale, em Coronel Fabriciano, o adolescente Eduardo Palmeira de Paula, de 17 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital e Maternidade Vital Brazil (HMVB), em Timóteo. O corpo dele deu entrada no Instituto Médico-Legal (IML) de Ipatinga na manhã desta terça-feira (10) para exame de necropsia. O homicídio é investigado pela Polícia Civil, que já tem um suspeito.

 
Reprodução 

Eduardo de Paula teve tempo de revelar à PM a identidade do homem que lhe alvejou


No último dia 3, uma terça-feira, a Polícia Militar recebeu denúncias anônimas dando conta de vários disparos de arma de fogo na Rua Vale do Tefé. Viaturas seguiram para o endereço e, no início de um local conhecido como “Beco Um”, os policiais encontraram um rastro de sangue. Logo à frente estava Eduardo agonizando. Ele foi colocado em uma viatura da PM e levado ao HMVB. Durante o percurso, o adolescente afirmou que o responsável por tentar matá-lo foi um homem de 22 anos, que é morador da Rua Vale do Tefé e já foi identificado, mas ainda não foi localizado. 
Eduardo recebeu tiros no pescoço, ombro direito e mão esquerda, além de ter sofrido um corte, também no pescoço, aparentemente de faca. No Hospital e Maternidade Vital Brazil, ele foi atendido pelo médico Dionísio Alves Barreiro Júnior. 
Ainda no dia do assassinato, os PMs foram à casa do suspeito apontado por Eduardo e tiveram a entrada permitida na residência pela esposa do acusado, colhendo mais informações sobre ele. Qualquer notícia sobre o autor do crime pode ser repassada ao disque-denúncia unificado da polícia, o 181. 

Mais um 
Em conversa com a PM no dia dos fatos, Eduardo não quis entrar em detalhes, mas a suspeita é que ele tenha sido baleado em mais um acerto de contas envolvendo drogas. O acusado do homicídio possui várias passagens na polícia. O adolescente que morreu também tinha registros de apreensões. Conforme ele mesmo disse logo depois de ser baleado, já havia sido detido por tráfico de drogas e roubo.
Eduardo residia na Rua B, no Bairro Limoeiro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!