Homem pede socorro à PM depois de enforcar a mulher

Agressão ocorreu durante a madruga e só no começo da tarde o agressor descobriu que a companheira estava viva 

Um motoboy de 18 anos vagou durante toda a madruga e manhã deste sábado pelas ruas de Contagem, na Grande Belo Horizonte, acreditando ter matado a companheira, uma jovem de 21 anos. Ao se deparar com uma viatura da Polícia Militar ele abordou os policiais, informando que cometeu o assassinato e os levando até a casa do casal. Para surpresa dele, a mulher estava viva.

“Ele contou que chegou em casa por volta das duas da manhã e começou a discutir com a mulher. Parece que ela lhe contou umas mentiras e ele perdeu a cabeça”, conta o Sargento Edson Ferreira do Nascimento, da 186ª Companhia do 39º Batalhão da Polícia Militar. O agressor, identificado como Tiago, disse que começou a enforcar Sandra, que desmaiou. Imediatamente ele fugiu do local.

O rapaz contou aos policiais que caminhou a esmo, sem saber o que fazer. “Quando chegamos na casa a Sandra estava lúcida. O rosto dela está bem vermelho e os olhos também, talvez por causa do enforcamento. Ela contou que só se lembra quando o Tiago começou a apertar o pescoço dela”, diz o sargento Ferreira.

Ainda segundo o policial, a mulher afirmou que esta foi a primeira vez que o companheiro a agrediu. Eles moram juntos há aproximadamente sete meses em uma casa do Bairro Jardim dos Inconfidentes. O casal foi levado para a delegacia. O Boletim de Ocorrência da PM foi registrado como tentativa de homicídio, mas os policiais não sabiam se Sandra iria ou não representar queixa contra Tiago.

Fonte: Portal Uai 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!