Macarão matou Eliza Samúdio por amor gay a Bruno, afirma Advogado.



O novo advogado do goleiro Bruno Fernandes, Rui Pimenta, afirmou que seu cliente é inocente e disse que Luiz Henrique Romão, o Macarrão, pode ter matado a ex-amante do atleta Eliza Samúdio por amor homossexual a Bruno. Conforme Pimenta, o crime seria uma prova de amor de Macarrão e para se confirmar, é "necessária uma avaliação feita por psiquiatras forenses".

Um dos motivo que levou o advogado a acreditar na tese de prova de amor foi a tatuagem de Macarrão nas costas que, segundo o próprio Macarrão, é uma declaração de amizade a Bruno.

Ele negou ser homossexual e disse que denunciou à administração da Penitenciária Nelson Hungria, onde está detido, e à Justiça, os presos que o chamaram de "bicha". A declaração foi dada em depoimento ao deputado estadual Durval Ângelo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia de Minas e que esteve na penitenciária para apurar a denúncia de que Macarrão estaria ameaçado de morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!