Policial Militar matou moradora de rua, aponta inquérito


De acordo com a Polícia Militar, os crimes aconteceram em novembro do último ano, em um posto de combustíveis desativado


Conforme a Polícia Militar, foi confirmado que o cabo da Polícia Militar, Apolônio Maurício da Silva, foi o autor dos disparos. Após o pedido da Corregedoria, a prisão temporária do policial foi convertida em prisão preventiva pelo juiz de plantão no Tribunal do Júri I. O militar está preso.

O cabo da Polícia Militar, Edinilson Rocha Pires, também foi indiciado pelo homicídio por sua omissão na noite dos fatos, mas vai responder ao processo em liberdade.

Ainda conforme a Polícia Militar, os dois policiais serão submetidos a Processo Administrativo-Disciplinar pela Corregedoria da Polícia Militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!