Saúde Pública em Questão


Polícia Civil vê mudança no perfil do usuário de crack

Nas mãos do funileiro de 40 anos, as marcas de 22 anos de consumo do crack, que, segundo ele, o fez perder carro, moto, casa, o amor de sua mulher e o respeito de seus irmãos
Eliane Mota Especial para o CORREIO DE UBERLÂNDIA
Pelo menos 466 pessoas passam por tratamento para se livrarem das drogas em Uberlândia. A cidade está dentro da realidade apontada pela pesquisa feita pela Confederação Nacional dos Municípios (CMN) que mostra que 93,9% dos municípios brasileiros registram número expressivo do consumo de drogas.
Sozinho, o crack, que hoje é alvo de uma operação de combate feita pela Polícia Militar em São Paulo, a maior capital brasileira, e já dura quase três semanas, é indicado como o problema em 90,7% dos municípios pesquisados. Em Uberlândia, a Polícia Civil constatou que tem havido uma mudança no perfil do usuário de crack, pois ele tem se tornado também um traficante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!