Divisão de Homicídio localiza arma usada para matar adolescente Franciele com tiro no rosto


João Monlevade/MG - A equipe da Divisão de Homicídios da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de João Monlevade localizou o endereço onde ocorreu uma tentativa de homicídio na madrugada do último domingo, (29), onde a estudante Franciele Alves Justino, de apenas 17 anos, foi baleada na cabeça por um homem que teria sido identificado pela testemunha [outra menor também de 17 anos], como “Marcos”.
Os policiais civis chegaram ao endereço através da testemunha que estava na casa no momento do crime. Os investigadores encontraram documentos do suspeito como autor Marcos Roberto Pereira de Oliveira, 29, “Marquinhos”, que foi reconhecido pela testemunha.
Segundo os policiais por volta das 16h 30min dessa segunda-feira, 30, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que havia um veículo Fiat Palio verde placas HMP-7374 de Belo Horizonte, abandonado no bairro Tanquinho, próximo ao Socorro do Henrique, às margens da BR-381.
Os investigadores foram ao local e após vistoriarem o veículo, que estava com um pneu estourado, amassamento na parte dianteira e completamente aberto, localizaram vestígios de sangue nos bancos do carro, constatando que se tratava do veículo usado para socorrer Franciele.
A equipe de investigadores saiu com a adolescente de 17 anos, a procura do local onde havia ocorrido o crime. Ela relatou aos investigadores e também para a Polícia Militar que se lembrava apenas de ter passado em frente a um bar identificado pelo nome de “Bar da Garagem”, localizado na Rua do Andrade, no bairro José Eloi.
Diante das informações os policiais foram colhendo informações junto à testemunha que repassou algumas características da fachada da casa, até chegarem a um imóvel localizado na Rua Algemiro Martins, 296-A, no bairro José Eloi.
Já no local, os policias viram através de uma fresta na janela do quarto de casal, a cama coberta de sangue da vítima. A perícia técnica da Polícia Civil foi acionada, tendo comparecido o perito Cristiano Mol e um chaveiro para abrir a porta da casa.
Dentro do quarto onde Franciele estava foram encontrados, em uma gaveta, vários documentos como carteira de trabalho, Carteira de identidade, CPF e carteira de motorista em nome do autor Marcos Roberto. Os policiais encontraram ainda, debaixo do colchão da cama onde a vítima foi baleada, uma arma da marca Taurus calibre 44, cano longo, municiada com cartuchos calibre 36, que foi usada no crime.
Durante as buscas no imóvel os policiais encontraram ainda uma quantia de R$90,00, em dinheiro, 13 cartuchos calibre 36, cinco cartuchos calibre 38, quatro celulares e um “pino” de plástico (tipo de embalagem para cocaína).
Ficha Criminal do Autor: O autor Marcos Roberto possui uma extensa ficha criminal com várias passagens por roubo, Art. 157.
Em 2001 cumpriu pena na Penitenciária Nelson Hungria em Contagem. Já em 2004, o autor foi recapturado após fugir de um regime semi-aberto e transferido para a Casa de Detenção Antônio Dutra Ladeira. Em 2009 foi posto em liberdade condicional. No início do ano passado, em cumprimento a um mandado de prisão, ele foi novamente preso e atualmente se encontrava em liberdade condicional.
Segundo a Polícia Civil, um inquérito está sendo instaurado e já foi pedida a prisão preventiva de Marcos Roberto. Informou ainda que como todos os documentos dele foram encontrados e ainda o endereço dele, que fica no bairro Pousada Santo Antônio, em Belo Horizonte, acredita-se que ele venha a se entregar nos próximos dias. Caso isso não ocorra, ele poderá ser preso a qualquer momento.
Reveja matéria do crime:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!