Empresário que matou andarilho que pedia comida e atirou contra outros dois tem prisão decretada


O juiz Pedro Câmara Raposo Lopes, da Vara Criminal, de Infância e Juventude de Itabira, decretou, durante o plantão de final de semana, a prisão temporária do empresário Leandro Pessoa Duarte, 30. Ele é suspeito de matar um morador de rua e atirar em outros dois em Bom Jesus do Amparo, na região Central de Minas.
Segundo informações da polícia, não havia um problema pontual entre os envolvidos, mas o empresário ficava incomodado com os andarilhos, que pediam comida em um restaurante (que ele gerencia) ao lado do posto de combustíveis do qual é dono.
O crime aconteceu na noite do último domingo (22), em um ponto de ônibus às margens da BR-381, próximo ao trevo que dá acesso a Itabira - próximo ao posto e ao restaurante. Conforme o delegado, por volta das 22h, o empresário foi até o ponto onde Edicarlos de Jesus Santos, 30, dormia e lhe deu um tiro na cabeça. Os moradores de rua Antônio Ferreira Alves, 72, e Weverton Souza Filho, 34, estavam próximos e tentaram fugir do empresário, mas foram baleados pelas costas.
Segundo o juiz Pedro Lopes, a prisão é uma medida de segurança que se revela necessária neste momento.
Playboy - Duarte tem ainda duas passagens pela polícia por tentativa de homicídio. "A primeira foi em 2001 e a outra em 2004. No primeiro caso, ele se desentendeu com alguém em um restaurante. Na segunda ocasião, o empresário se envolveu em uma briga com alguém na saída de uma festa", informou o delegado Paulo Tavares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!