Governo registra 56 mortes desde o anúncio da greve de PMs na Bahia


Primeiro registro de homicídio foi feito depois das 21h de terça-feira (31).
43 homicídios ocorreram em Salvador; outros 13 na Região Metropolitana.

Do G1 BA
169 comentários
Policiais no local onde PC morreu, em Salvador (Foto: Egi Santana/G1)Policiais no local onde PC morreu, em Salvador
(Foto: Egi Santana/G1)
O balanço da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) revela que 56 pessoas foram mortas das 21h de terça-feira (31), dia em que foi decretada a greve por parte dos policiais militares, até as 18h30 deste sábado (4). O dia que somou maior número de mortes foi nesta sexta-feira (3), com 31 registros. Outras 14 mortes foram registradas nesta quinta-feira (2).
Ainda segundo a secretaria, 43 homicídios foram cometidos em Salvador. Outros 13 foram registrados na Região Metropolitana de Salvador.
Os mandados de reintegração de posse foram expedidos na manhã deste sábado (4) e cumpridos pela Polícia Militar. Os veículos foram levados para o Departamento de Apoio Logísticos. Alguns estão com pneus furados. Não houve resistência por parte dos manifestantes.Carros de polícia recuperados
secretaria recuperou, na tarde deste sábado, 16 carros oficiais que estavam em poder de policiais militares grevistas, na Assembleia Legislativa, em Salvador. Os manifestantes são filiados à Associação dos Policiais, Bombeiros e dos seus Familiares do Estado Bahia (Aspra).
Negociações
Segundo o governador da Bahia, Jaques Wagner, os praças da PM baiana já acumulam, em cinco anos de governo, perto de 60% de reajuste, o que representa um ganho real de cerca de 35%. "Este ano, quando nem todos os governadores e nem o governo federal garantiram o reajuste linear igual ao da inflação do ano passado, nós já garantimos na Bahia um reajuste de 6,5%", disse ele em entrevista coletiva neste sábado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!