Preso empresário que matou a tiros andarilho que pediu-lhe comida.


Barão de Cocais/MG - Já encontra-se preso o empresário Leandro Pessoa Duarte, 30 anos, que está sendo acusado em inquérito Policial Civil, pela morte do andarilho Edicarlos de Jesus Santos, 29, e ferir a tiros outros dois colegas, Antônio Ferreira Alves, 72, e Weverton Souza Filho, 34.
Na tarde desta segunda-feira, 6 de fevereiro, por volta das 15h 30min o empresário, juntamente com seu advogado, se apresentou na delegacia de Policia Civil de Barão de Cocais, subordinada ao delegado Paulo Tavares Neto, que preside o inquérito. No cartório criminal foi ratificado a prisão e depois ele foi levado para o Presídio de Barão de Cocais, atendendo a determinação do mandado de prisão temporária expedido pelo MM. Juiz Pedro Câmara Raposo Lopes, da Vara Criminal de Infância e Juventude de Itabira, que estava de plantão no final da semana passada.
O delegado Regional de Itabira, Paulo Tavares Neto, que ainda responde pela delegacia da cidade de Barão de Cocais, disse que com a apresentação espontânea do acusado o andamento do inquérito deverá ser melhor, pois podemos traçar uma dinâmica da sequência do crime e a real motivação, “se é que á motivo para matar alguém”, mas em fim, uma conclusão dos autos para ser remetido à justiça em tempo hábil, disse ele.
Crime: Na noite de 22 de janeiro, o andarilho Edcarlos de Jesus, foi morto com um tiro, quando, ainda com fome, tentava dormir enrrolado ao cobertor no ponto de ônibus às margens da BR-381.
As equipes de resgate do Corpo de Bombeiros estiveram no local e socorreram as outras duas vitimas, Weverton Souza, e Aguinaldo Filho, 72 anos, ambos feridos a tiros.
Veja matéria sobre o caso:
AL/Michele

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!