Três horas após assalto PM prende autores, arma, dinheiro e droga

Itabira/MG - Após um assalto que deixou uma criança de 10 anos em estado de choque, a Policia Militar obteve êxito em prender os autores, Douglas Alves Santos, 20, e Darlan Alves Santos, 19; este último empunhava a arma de fogo e efetuou um tiro ao sair do comercio. Os militares também apreenderam um menor de 17 anos que auxiliou na fuga.
Após o assalto os militares do Tático Móvel, ROCCA e GIRO levaram apenas três horas para colocar as mãos nos três autores, bem como apreender a arma de fogo usada no assalto para intimidar as vitimas, dinheiro, touca ninja, vários maços de cigarro, bonés e uma mochila.
De acordo com informações dos militares, o menor ficou do lado de fora observando a movimentação da rua. Após os dois primos deixarem o local carregando a mochila contendo os objetos e valores roubados, os autores passaram a mochila para o menor que seguiu por uma rua diferente dos comparsas maiores.
O assalto começou a ser desvendado pelos PMs após a abordagem feita pela equipe do Tático Móvel e ROCCA a um grupo de quatro rapazes, na esquina de uma rua, cerca de oito quarteirões abaixo do comércio assaltado.
Naquele local foi verificado que um menor havia participado do assalto. Na casa deste jovem foi localizada uma mochila contendo as moedas, a camisa de um time de futebol (branca com o numero 11 nas costas) e vários bonés; na casa de outro a arma de fogo com quatro cartuchos intactos e os demais objetos, que totalizaram R$ 22,50 em moedas, R$234,00 em notas, mais 15 maços de cigarro.
No posto policial a reportagem conversou com o menor que disse “estar arrependido do crime". Chorando, ele disse que completou 17 anos a dois dias e que não iria mais participar de delitos.
Em conversa com os dois maiores, somente Darlan Santos, falou. “Eu estava com a arma, e o motivo do disparo foi para o alto e para evitar que a vitima visualizasse por onde fugimos". Reafirmando que foi usada apenas uma arma de fogo, que havia adquirido em outro estado pagando cerca de 1.100 reais, não informando na mão de quem comprou.
Após confeccionar o boletim de ocorrência, o trio, juntamente com os objetos arrecadados, foram levados para a delegacia de Policia Civil, no bairro Campestre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!