Cabo da PM é preso suspeito de homicídio em Montes Claros


Foi preso na manhã deste domingo, 25, o militar acusado de matar o despachante Francisco Santos Filho, mais conhecido como Chiquinho despachante, em Montes Claros, Norte de Minas. Laércio Soares Melo, o cabo Melo, foi preso após investigação da delegacia de homicídios de BH em parceria com a Polícia civil de Montes Claros.

O crime teria ocorrido em dezembro de 2009, mas o militar negou participação no desaparecimento de Chiquinho. Testemunhas contaram que o cabo foi a última pessoa a se encontrar com o despachante no dia 30 de dezembro. Ele teria se encontrado com Chiquinho para receber cerca de 30 mil reais que o militar estava devendo. O militar chegou a apresentar um álibi, mas os investigadores descobriram que a informação era falsa. Cabo Melo foi levado para o 10º batalhão de Montes Claros, onde deve cumprir pena.

Outros casos: A Polícia Civil ainda investiga a participação do militar em outros crimes no Norte de Minas. Cabo Melo, segundo a PC, estaria envolvimento em pelo menos mais um crime e seria suspeito de outros 20 que estão sendo investigados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!