Mototaxista é esfaqueado e tem moto roubada no Balsamos próximo ao Sindicato Rodoviário


Itabira/MG – Após ser esfaqueado no abdômen, o mototaxista Willian Gonçalves Silva, 19 anos, conseguiu caminhar até o Clube do Sindicato dos Rodoviários e pedir socorro. Agonizando, o rapaz somente sabia dizer que era um cliente que lhe esfaqueou e levou tanto a sua calça quanto a sua motocicleta.
O crime foi identificado pela Policia Militar por volta das 19horas desta quarta-feira, 25 de abril. Esta seria a terceira vez que o rapaz fazia o trabalho de mototaxista, tendo como ponto a Avenida João Pinheiro no Centro, em frente a Cobal, onde teria pegado o passageiro que solicitou que ele o levasse até o bairro Bálsamos.
Após percorrer todo o trajeto até a uma estrada de terra de acesso que liga o Bálsamos ao bairro Conceição, o passageiro se transformou em criminoso, anunciando o assalto, rendendo o mototaxista com uso de uma faca com lâmina de aproximadamente 15 centímetros e cabo de madeira, e obrigando a vitima a retirar sua calça do tipo tectel. Não satisfeito ainda desferiu uma facada na barriga de Willian.
Em seguida fugiu do local levando os pertences da vitima e a motocicleta GC Titam, vermelha, placa HGC-7797, tomando rumo ignorado e deixando Willian Silva agonizando e sangrando.
Demonstrando abatimento e sangrando muito, a vitima conseguiu caminhar por cerca de 300 metros até o Clube dos Rodoviários, onde pediu socorro. Uma guarnição da Polícia Militar Tático Móvel do sargento Pinheiro, o cabo Ronaldo e soldado Renê, socorreu a vitima ate o pronto-socorro.
Diante das informações iniciais os militares do turno fizeram um intenso rastreamento por ruas dos bairros vizinhos ao local do crime, com apoio do serviço de inteligência, onde por volta das 22horas os militares a paisana localizaram a motocicleta com o suspeito, que ao avistar os PMs largou a moto na rua Cinco, bairro Fênix, e fugiu a pé por uma matagal que dá acesso ao bairro Santa Marta.
Mesmo assim os militares não desistiram, e por volta de 23h45 uma denúncia anônima levou os militares até uma moradia na rua Um, bairro Santa Marta, onde fizeram a prisão do vaqueiro Dionísio Rodrigues Correia, 30 anos, sob a acusação de tentativa de homicídio seguido de roubo dos bens, sendo dada voz de prisão ao acusado que foi conduzido para a Delegacia de Polícia. Em conversa com os militares, parentes de Dionísio confirmaram que ele teria aparecido na porta da casa guiando a motocicleta horas antes de ser preso pelos PMs.
A reportagem conversou com Dionísio que negou ter esfaqueado o mototaxista, e chegou a afirmar que esteve pilotando a motocicleta como vários outros amigos daquele bairro, mas voltou a negar a tentativa de homicídio.
Na Delegacia de Polícia Civil no bairro Campestre, Dionisio foi entregue juntamente com a faca usada no crime, um óculos e parte de uma viseira de capacete, para avaliação do delegado de plantão. A motocicleta foi levada ao pátio do Departamento de Trânsito (Detran) para ser periciada pela Polícia Civil.
AL/Michele

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!