PM lança campanha sem trote você pode salvar uma vida


O 190 da Polícia Militar é, provavelmente, o número de prestação de serviços de emergência mais conhecido em todo o Estado. Para chegar aos 853 municípios mineiros e levar segurança a pessoas de todas as idades, a Instituição conta com profissionais treinados para detectar chamadas reais e trotes.
Atende, aproximadamente, um público-alvo de 5 milhões de pessoas, em uma demanda diária de 15 mil ligações, com precisão e objetividade. Para isso, essas chamadas são avaliadas e, rapidamente, seguem um processo de encaminhamento. 
Todos os dias, a PM recebe 3 mil trotes, ligações que tomam o tempo do atendente e impedem que um fato real receba atendimento. E o pior: essas chamadas são, em sua maioria, feitas por crianças e adolescentes. 
Como o 190 é um serviço de emergência que, a todo o momento, salva vidas, a campanha Sem Trote, Você pode Salvar uma Vida pretende reduzir estas brincadeiras e, com isso, ampliar o serviço 190, atendendo, com mais agilidade, um maior número de pessoas.
Nesta campanha, a participação de pais e responsáveis é de fundamental importância para observar, orientar e impedir que os jovens e pessoas desocupadas atrapalhem o 190. O trote é crime previsto no Código Penal e prevê pagamento de multa ou de um a seis meses de detenção.
SLOGAN
O slogan TROTE É CRIME será utilizado para mostrar que, além de prejudicar a agilidade do sistema, as pessoas podem ser penalizadas.
TROTE, TÔ FORA serve para mostrar crianças e adolescentes que ligar para o 190 sem qualquer motivo pode prejudicar um parente, um amigo.
VOCÊ SABIA QUE ...
... pode falar com 190 de qualquer lugar e a qualquer hora?  A ligação é gratuita e não necessita de cartão.
... não deve ligar sem ter um motivo, porque agindo assim você ocupa o lugar de uma pessoa que realmente precisa da PM. Em outro momento, essa pessoa pode ser você.
... ao ligar para o 190, a pessoa que o atender se identificará. Identifique-se, você também. Exponha seus motivos.
E lembre-se: o(a) teleatendente fará perguntas necessárias para o bom atendimento da ocorrência:  o que está acontecendo? Há alguém ferido? Onde você se encontra? Quem está envolvido? Como está a situação? Quando ocorreu? Onde ocorreu?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!