Universitários são detidos comprando maconha no aglomerado da São Bento


Uma ação rápida da equipe do Tático Móvel culminou com a condução de seis pessoas para a delegacia sob a acusação de “trafico de drogas, corrupção de menores para a prática de crimes e posse de drogas para uso próprio”.
Itabira/MG - Toda a ação teve início por volta das 18h50 desta sexta-feira, 13 de abril, quando a equipe que realizava patrulhamento adentrou na rua Porto Velho, principal do aglomerado São Bento, e flagrou quando era procedida compra e venda de entorpecentes.
A equipe do Tático Móvel comandada pelo Sargento Heliomar Nascimento, Cabo Silmar Gomes e Antônio Satler, depararam com um menor infrator de 15 anos – conhecido do meio policial por ter varias passagens por crimes diversos – fazendo a entrega de um papelote contendo um pó branco aparentando ser cocaína para o técnico, F.M.C. 26 anos. Ao avistar a aproximação da viatura policial o técnico tentou engolir o papelote da referida substância entorpecente, porém não conseguiu e a cuspiu no chão.
Próximo a eles, em atitude suspeita, estavam o auxiliar de serviços, Wagner Júnior de Azevedo, “Juninho”, 22 anos; o servente, Rodrigo dos Santos Coelho, 19 anos; os estudantes de engenharia, um menor de 17 anos, de (SP); J.V.O.S. 21 anos, de Cotia (SP) e a namorada dele também estudante de engenharia I.S.D.A.M.P. 22 anos.
Todos estavam juntos ao veiculo Golf, placa MTL-6659, pertencente a Wagner “Juninho”. Devido a suspeição todos seriam submetidos a uma busca pessoal. Naquele momento foi solicitado apoio às demais viaturas de turno, chegando ao local cerca de seis viaturas com ao menos 15 militares no total.
Sendo procedida a busca pessoal, os militares encontraram 11 buchas de uma substância com cheiro e características de maconha jogada debaixo do veiculo Golf, que foram apreendidas.
Foi encontrado no bolso do menor de 15 anos a quantia de R$173,00. No bolso de Rodrigo dos Santos foi encontrada a quantia de R$77,00 e um isqueiro de cor verde. No bolso de Wagner “Juninho”, foram localizadas três cédulas de R$10,00 um aparelho celular modelo C2-01, cor preta, e no interior de seu veiculo Golf os militares localizaram uma pequena barra de uma substância com cheiro e característica de maconha -fato que foi presenciado por uma irmã de “Juninho”. Todo o dinheiro encontrado com os autores, bem como a droga, foram apreendidos e levados para a delegacia de Policia Civil.
Os militares conversaram com os abordados que relataram o seguinte fato: Os três foram até o aglomerado para comprar maconha, e lá chegando encontraram Wagner “Juninho”, o qual trajava boné preto, bermuda e uma camisa azul e branca, semelhante a usada pela seleção Argentina de futebol. O universitario disse a polícia que queria comprar R$30,00 em maconha. Imediatamente Wagner fez contato com outro rapaz, “Rodrigo dos Santos”, que entrou num beco do aglomerado, voltou com as buchas de maconha na mão e as colocou rapidamente nas mãos do universitário. Os 30 reais foram entregues a Wagner no mesmo instante, porém, antes que saíssem do local, avistaram uma viatura policial chegando e imediatamente o universitario jogou todas as buchas no chão para evitar que fossem presos. Eles relataram ainda que a estudante somente os acompanhava até o aglomerado, mas não queria comprar drogas.
Diante da situação os militares prenderam Wagner “Juninho” e Rodrigo dos Santos pelo crime de “tráfico de drogas e corrupção de menores para prática de crimes”, sendo apreendido o menor de 15 anos, sob a acusação de tráfico de drogas. Já os universitários e o técnico foram conduzidos e qualificados no boletim de ocorrência pelo crime de posse de drogas para uso próprio.
Ao final um militar relatou ao delegado de plantão a existência de um documento (relatório) do Disque Denúncia Unificado (DDU), onde informa sobre o tráfico constante praticado por Wagner “Juninho” naquele local do bairro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!