Arrombadores voltam a atacar no Vale do Aço

01/05/2012 12:45 - terça-feira, 01 de maio de 2012. 
AKR 

Caixas do banco Santander, arrombados na madrugada de segunda-feira (30), no campus do Unileste
CORONEL FABRICIANO – Ladrões de caixas eletrônicos voltaram a agir no Vale do Aço.  Desta vez os alvos dos bandidos foram dois caixas do banco Santander, instalados no campus do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste). Armados, os arrombadores renderam os três vigilantes, que faziam a segurança do local, e usaram maçarico para cortar as máquinas. A ação aconteceu na madrugada de ontem e durou por volta de uma hora.  

Os bandidos chegaram ao local numa caminhonete, que não foi identificada. Armados com revólveres, eles mantiveram os vigias num cômodo, amarrados e amordaçados. Segundo relato dos vigilantes, três bandidos foram vistos no local, entretanto este número pode ser maior. 

Uma testemunha, que não foi identificada por motivos de segurança, teria visto os criminosos abastecerem a caminhonete em que estavam, em um posto de combustíveis próximo ao campus do Unileste, momentos antes da ação. 

Desconfiado da movimentação dentro do campus da universidade, a testemunha acionou a Polícia Militar, que chegou a enviar uma viatura para o local. Os policiais teriam conversado com um vigilante, que fica na guarita na entrada do campus, mas foram embora depois de informados de que tudo estava bem no local. Mais tarde os vigilantes conseguiram soltar-se das amarras e acionaram o 190. O valor roubado não foi informado. 


AKR 

Caixa do banco do Brasil que fica na Avenida Simon Bolivar, no Bairro Cidade Nobre
Explosão no Cidade Nobre
Nessa madrugada outro caixa eletrônico foi explodido numa tentativa de arrombamento. O alvo dessa vez foi o caixa do banco do Brasil que fica na Avenida Simon Bolivar, no Bairro Cidade Nobre. Testemunhas viram três homens em duas motocicletas no local, momentos antes da explosão. O fato aconteceu por volta das 3h30 da madrugada. Por causa do risco de incêndio, uma equipe do corpo de bombeiros e uma equipe da CEMIG foram acionadas, e a energia elétrica teve de ser desligada no local. A explosão causou muita destruição e bagunça, mas, de acordo com a perita Cristina Penha, o lugar onde o dinheiro fica armazenado não foi arrombado. A perita também encontrou uma mochila preta em meio aos destroços.  
AKR 

AKR 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!