Brasileiro naturalizado Português é preso após adulterar cheque do prefeito de Passabém

PMs de Passabém e de Santa Maria de Itabira conseguiram prender o suspeito quando tentava fugir.
22/05/2012 


PASSABÉM (MG) – Natanael Vieira Marques, 20 anos, nascido em Salvador (BA), mas naturalizado Português, foi preso pela Polícia Militar, após supostamente adulterar o cheque do prefeito de Passabém, que teria comprado duas jaquetas do suspeito.
Na tarde desta terça-feira dia 22 de maio, o prefeito de Passabém, José Lourenço “Ducalora” acionou a Polícia Militar e informou que foi avisado pelo gerente do banco Bradesco da cidade, que um homem teria descontado um cheque do prefeito, no valor de R$ 1.4 mil, mas segundo Ducalora, ele teria assinado um cheque de apenas R$ 400.
Cabo Lima e soldado Kecio saíram em rastreamento e avisaram os policiais de Santa Maria de Itabira, passando as características do carro e do suspeito, que foi abordado na entrada da cidade de Santa Maria de Itabira, em um cerco bloqueio da PM.
Natanael Marques foi levado ao grupamento da PM de Santa Maria de Itabira, onde ofereceu diante de testemunhas, a quantia de R$ 1 mil reais em dinheiro, para ser liberado do flagrante, neste momento cabo Lima deu voz de prisão em flagrante à Natanael Marques por corrupção ativa.
O suspeito disse aos policiais que tudo não passa de um mal entendido, pois negociou com o prefeito seis jaquetas no valor de R$ 1.4 mil, mas o prefeito disse que queria apenas duas, então Natanael Marques teria vendido as duas jaquetas também por R$ 1,4 mil, assim tentou explicar que foi apenas um mal entendido.
O carro Kia Cadenza preto, placa HDT-2983 de Juiz de Fora (MG), que está em nome de Natanael Marques foi apreendido por ter sido usado para dar fuga ao crime de estelionato, sendo rebocado ao pátio credenciado em Itabira.
Os PMs apreenderam os R$ 1,4 mil da troca do cheque e R$ 1 mil da tentativa de suborno, apreenderam também o cheque que foi liberado pelo gerente do banco e um caderno com anotações de diversas autoridades da região.
O material apreendido e o suspeito foram levados à Delegacia de Polícia Civil de Itabira.
FABIANO PALAURO - FATOSDEMINAS
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!