Carreta com bobinas de aço de Ipatinga mata 3 em BH


E.M. D.A. Press 

Carreta arrastou veículos parados em sinal e parou um quarteirão depois
BELO HORIZONTE - Na noite desta quarta-feira (6), um acidente envolvendo uma carreta com placa de Guarulhos (SP), carregada de bobinas de aço provenientes de Ipatinga, deixou três pessoas mortas e outras quatro feridas, na Avenida Nossa Senhora do Carmo, no Bairro Sion, Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Márcia Bombonato de Oliveira, de 56 anos e Caroline Palmer Irffi, de 23, morreram no local. O estudante de ciência da computação Lucas de Oliveira Magalhães, de 26 anos, morreu na tarde da quinta-feira (7). Outras duas vítimas seguem internadas, mas não correm risco de morrer devido aos ferimentos.

De acordo com testemunhas, o veículo tombou depois de bater com dois carros e a carga saiu rolando pela pista, acertando outros veículos. O publicitário Francisco Maciel, de 30 anos, estava num Peugeot, o segundo carro a ser atingido pela carreta. Ele contou que estava parado no semáforo no momento da batida. 

E.M. D.A. Press 

Gol ficou debaixo da carreta tombada no Bairro Sion. Motorista morreu na hora
Atrás dele estava um Honda Civic, conduzido pelo médico Ricardo Loss, de 29 anos. Ele contou que o caminhão descia em alta velocidade e não conseguiu parar, atingindo os carros.

Depois de tombar, o caminhão parou atravessado na avenida. Segundo testemunhas, uma bobina seguiu rolando pela via, bateu em pelo menos cinco automóveis, e parou dentro de um posto de combustíveis. De acordo com um funcionário do posto, foi sorte ninguém ter se ferido ali.

Equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros participaram do atendimento. Todos os feridos foram encaminhados para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII.


Restrições de circulação
E.M. D.A. Press 

Equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros participaram do atendimento. Todos os feridos foram encaminhados para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII
De acordo com as diretrizes aprovadas pela BHTrans, carretas e cavalos mecânicos são expressamente proibidos de rodar na Avenida Nossa Senhora do Carmo em qualquer horário. Em entrevista o caminhoneiro Jadson Santos Alves, de 26 anos, disse que passou da entrada da BR-381 e procurava um retorno para sair da via quando perdeu o freio. "Eu vinha de Ipatinga e ia para São Paulo, mas passei direto da entrada", contou. Ele precisou ser retirado às pressas do caminhão para não ser linchado. 

A delegada do DETRAN que ouviu o motorista durante a madrugada, Rosângela Pereira, informou que ele foi autuado em flagrante por homicídio, diante dos elementos de convencimento em relação ao dolo eventual, como a existência de placas proibitivas do trânsito desse tipo de veículo na via, comprovado pelo perito. Na quinta-feira ele foi levado para o Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) São Cristóvão.


E.M. D.A. Press 

O motorista da carreta, Jadson Santos Alves, de 26 anos foi preso em flagrante por homicídio
Excesso de peso
Por volta das 14h da quarta-feira (6), o motorista foi multado por excesso de carga em Jaguaraçu, no Vale do Aço, e se negou a assinar a autuação. O Departamento Nacional de Infraestrututa de Tranporte (Dnit) informou nesta quinta-feira que a liberação do motorista e da carreta após ter sido registrado o excesso de peso por eixo do veículo foi correta. 

De acordo com a assessoria de imprensa do Dnit, quando levado em consideração o peso total do caminhão a pesagem não registrou irregularidades, já que o veículo tinha capacidade para 48 toneladas e estava com cerca de 40. Porém, quando a pesagem foi por eixo, houve o registro do excesso de 20 quilos em um deles.

Conforme nota do órgão, o excedente de 20 quilos no peso do caminhão não justificava o transbordo ou remanejamento da carga e nem a retenção da carreta. Para o Dnit, a apreensão do veículo só se justificaria se o limite estivesse acima de 850 quilos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!