Golpista finge assalto por telefone


MESQUITA - Uma drogaria da cidade de Mesquita foi vítima de um estelionatário na manhã dessa quarta-feira (6). Através de ameaças por telefone, um indivíduo não identificado obrigou a atendente da farmácia a depositar R$20 mil em duas contas do banco Bradesco. 

De acordo com a atendente da farmácia W.A.S.R., de 21 anos, o golpista ligou para o telefone do estabelecimento e perguntou se ali eram realizados depósitos, uma vez que a drogaria atende pelo Bradesco Expresso. 

Após a confirmação da vítima o indivíduo passou a ameaçá-la, dizendo estava monitorando a drogaria e que quatro pessoas armadas esperavam suas instruções ao lado de fora da loja. Pelo telefone ele deu instruções para que W.A.S.R. fizesse um depósito no valor de R$10 mil em determinada conta.  

A vítima realizou um depósito no valor de mil reais e tentou enganar o golpista dizendo que a máquina que efetuava os depósitos estava com defeito. O suspeito continuou com as ameaças, obrigando a vítima a depositar os R$9 mil restantes.

Não satisfeito o golpista exigiu que ela efetuasse mais um depósito de R$10 mil em outra conta, sendo obedecido pela atendente. As ameaças só terminaram porque outro funcionário da farmácia simulou uma ligação para o banco, dizendo que o sistema havia saído do ar. 

Em seguida o proprietário da farmácia entrou em contato com a gerente do Bradesco, em Ipatinga, para que fosse efetuado o bloqueio do dinheiro depositado. 

A gerente informou à Polícia Militar que entrou em contato com a agência do banco em São Pedro da Aldeia, RJ, lugar de origem das contas utilizadas no golpe. De acordo com ela, foi informado que a PM do estado do Rio de Janeiro prendeu em flagrante alguns indivíduos que tentaram sacar dinheiro dessas contas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!