Jovens atiram contra PM aposentado e são presos

IPATINGA - Dois jovens foram presos na manhã desse sábado (4), suspeitos de atirar contra um sargento aposentado da Polícia Militar. O crime foi registrado na Avenida Livramento, Bairro Veneza II, próximo à feira livre do bairro. Ramon da Costa e Silva, de 27 anos, e Learci Lourenço Dias, de 23 anos foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil, podendo pegar de 12 a 30 anos, caso condenados.

Ramon da Costa e Silva, 27 anos.
Segundo relato de E.C.F., de 48 anos, que é sargento reformado da PM, ele observou a presença de Ramon e Learci em atitude suspeita na feira livre. E.C.F. já conhecia os dois por práticas criminosas anteriores, tendo prendido Learci em 2011 por tráfico de drogas. O sargento reformado foi até sua residência para acionar a PM e, quando já se encontrava na calçada próximo à sua residência, percebeu a aproximação de um Fiat Uno de cor cinza, placa GMX-8017 de Ipatinga, aproximando-se rapidamente em sua direção. Do interior do veículo, foram realizados três disparos contra Ebenezer, que não foi atingido.

A vítima reconheceu os ocupantes do carro como sendo os mesmos que se encontravam na feira livre. Depois dos disparos eles fugiram em direção à Avenida Londrina. As informações foram passadas à polícia, que encontrou o Fiat Uno transitando em alta velocidade em sentido ao Bairro Cidade Nova, em Santana do Paraíso. O veículo foi abordado na Rua Carlos Chagas, ocupado apenas pelo condutor, Ramon da Costa e Silva, que recebeu voz de prisão. Dentro do veículo foi encontrado um revólver calibre 22 de numeração raspada, municiado com três cartuchos deflagrados e um picotado.
Learci Lourenço Dia, 23 anos.

Confissão

Ramon negou a posse da arma e alegou que tomou uma coronhada no rosto, mas negou receber atendimento médico. Ele não possui habilitação. O Fiat Uno foi recolhido ao pátio, por ser usado em prática delituosa. Depois de rastreamento, policiais militares conseguiram localizar Learci, que foi reconhecido pela vítima. Já na 1ª DRPC, em Ipatinga, eles confessaram para o delegado Ricardo Cesari que atiraram contra E.C.F. porque o militar havia prendido Learci anteriormente. O delegado ratificou o flagrante de Learci e Ramon e os encaminhou para o Ceresp. 

Os dois têm passagens pela polícia por crimes diversos. Em 2004, Ramon foi condenado a dois anos e seis meses por furto. No ano seguinte foi condenado a 8 meses por uso de drogas. Em 2006 ele foi condenado a quatro anos de prisão em regime semi-aberto por roubo e em 2007 foi condenado a sete anos de prisão por tráfico de drogas. Quando foi preso ele estava em prisão domiciliar. Learci foi Investigado por estupro em agosto de 2009. Em 2011 ele foi preso por tráfico de drogas ficando preso no Ceresp até maio de 2012, quando recebeu alvará de soltura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!