A TROPA DIZ NÃO!!!!!!!!!!




LEI DE PROMOÇÃO DEIXOU DE FORA CABOS E SOLDADOS!!!
EM ALGUNS ESTADOS O PERÍODO DE PROMOÇÃO É DE APENAS SEIS ANOS!!

CABOS E SOLDADOS REAGEM CONTRA ESSA PROPOSTA. 

NÃO VAMOS ACEITAR QUE OS CABOS E SOLDADOS SEJAM DISCRIMINADOS.

O BENEFÍCIO QUE DEVERIA SER PARA TODOS, DEIXA DE FORA A BASE DA TROPA. 

É PRECISO OLHAR PARA TODOS.
VAMOS NOS REBELAR CONTRA MAIS ESSA INJUSTIÇA. 

Nota do Cabo JúlioOntem a reunião das entidades e dos parlamentares com o Comando foi tensa, eu sai da reunião na metade, por que acho que algumas atitudes do Comando estão exacerbando sua competência. O Comando quer mudar o Código de Ética (que é uma lei, e só uma lei pode modificar outra lei) através de resolução. Querem voltar o cabresto contra nossos direitos duramente conquistados. O Militar é cidadão e querem nos tirar este direito. Agora esta proposta maluca que deixa os cabos e soldados de fora da diminuição do tempo de promoção. Todo mundo terá o tempo de promoção reduzido, porque Cb e SD não? isso não é discriminar a base da PM e BM? E vocês não sabem o que estava sendo programado, aumentar o tempo de interstício de ida a reserva após a promoção de 1 para 2 anos. É sempre assim, aquilo que parece bondade vem com uma maldade escondida. A nossa previdência própria se resolve com o governo cumprindo sua obrigação patronal, que não é cumprida e ninguém fala nada.
Duas coisas me irritam profundamente:
1) Coronel fazer discurso de "impacto na folha", de "aumento de despesa". Isso é problema do governo que a cada dia aumenta sua arrecadação. A Lei orçamentária do Governo de Minas prevê aumento de arrecadação de 11, 5% no orçamento do ano que vem.
2)  São os falsos assessores do Comandante Geral que com a gente falam uma coisa e na frente dele querem puxar-lhe o saco.
Reitero o meu mais profundo respeito pessoal ao Coronel Santana e ao Coronel Brito, mas estão muito mal assessorados.

O que devemos fazer:
1) Demonstrar internamente a insatisfação quanto a proposta discriminatória, por que por enquanto é só uma proposta inicial.
2) Se ainda assim o Comando insistir e enviar o Projeto de Lei a Assembléia Legislativa eu vou ao Governador mostrar que essa proposta pode gerar uma crise na PM e BM.
3) Se ainda assim insistirem vamos lotar a galeria da Assembléia Legislativa e mostrar aos deputados a nossa insatisfação e mostrar a eles que se aprovada assim a crise sera instalada.
4) Temos lá o Deputado Sargento Rodrigues, que é nosso representante para propor emendas para modificar o texto. 

EU NÃO PARTICIPO DE MAIS NENHUMA REUNIÃO COM O COMANDO, NÃO VOU COMPACTUAR COM ESSA DISCRIMINAÇÃO.

SE A DISCRIMINAÇÃO CONTINUAR VAMOS REAGIR. CB E SD PREPAREM-SE! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!