22/11/2012 10h33 - Atualizado em 22/11/2012 11h45 Grella defende conciliar respeito aos direitos humanos e combate ao crime


Ex-secretário disse ter valorizado da Polícia Civil e ter orgulho da Rota.
Novo secretário assume cargo em meio a onda de violência no estado.

Kleber TomazDo G1 São Paulo
18 comentários
posse grella (Foto: Kleber Tomaz/G1)Posse ocorreu no Palácio dos Bandeirantes
(Foto: Kleber Tomaz/G1)
O ex-procurador-geral de Justiça Fernando Grella Vieira disse, durante a cerimônia de posse no cargo de secretário de Segurança Pública de São Paulo, que ações contra o crime e respeito aos direitos humanos podem ser conciliados. "(É preciso) desfazer a noção equivocada de que o combate firme ao crime e o respeito aos direitos humanos são excludentes. Não são", disse o novo secretário.

Grella tomou posse na manhã desta quinta-feira (22) no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. O governador Geraldo Alckmin e Antônio Ferreira Pinto, que foi exonerado do cargo na quarta-feira (21), participaram da cerimônia. Segundo Grella, um dos desafios da gestão será "manter a segurança pública no hall das políticas públicas, promovendo a cidadania, combatendo o crime e a violência”.
O novo secretário afirmou ainda que a "seriedade" e a "competência" de Ferreira Pinto são “inquestionáveis”. Grella ressaltou que o trabalho de aperfeiçoamento do programa de segurança na ultima década produiziu resultados “altamento positivos” no estado. Segundo ele, a valorização dos policiais e o enfrentamento "destemido" da violência terão continuidade.
Grella disse que pretende aplicar inovações e introduzir novas formas de atuação exigidas pelo momento atual. Segundo ele, é preciso aperfeiçar a transparência, a participação da sociedade civil organizada e a troca de conhecimento entre as polícias.

Após o discurso, ele conversou brevemente com jornalistas e disse que um dos primeiros pontos para implementar novas ideias será "melhorar o serviço de inteligência".
Questionado sobre o afastamento de policiais investigados por crimes, disse que vai agilizar o procedimento para afastamentos. Ele disse ainda que pode haver mudanças na cúpula da Segurança. "Vamos avaliar isso nas próximas horas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!