MP denuncia policiais envolvidos na morte de servente em SP


Promotoria também pediu prisão preventiva dos cinco PMs.
Paulo Batista foi morto em 10 de novembro; parte da ação foi filmada.

Do G1 São Paulo
7 comentários
O Ministério Público denunciou os cinco policiais militares envolvidos na morte do servente Paulo Batista do Nascimento, de 25 anos. O jovem foi assassinado em 10 de novembro, após ser rendido e preso por PMs no bairro do Campo Limpo, Zona Sul de São Paulo. Parte da ação foi filmada por uma testemunha e o vídeo, divulgado pelo Fantástico.
Para a Promotoria, essas imagens foram fundamentais para as investigações da morte do jovem. Segundo o Ministério Público, os policiais apresentaram uma versão fraudulenta de que a morte aconteceu após um confronto com a polícia. “Houve um execução inaceitável numa atitude incompatível com a PM, que tem a função de proteger a sociedade”, disse o promotor Felipe Eduardo Levit Zilberman.
Na denúncia, a Promotoria aponta que dois policiais atiraram em Nascimento, mas pede a prisão preventiva dos cinco PMs envolvidos que participaram da ação: o tenente Halstons Kay Yin Chen e os soldados Francisco Anderson Henrique, Diógenes Marcelino de Melo, Marcelo de Oliveira Silva e Jaílson Pimentel de Almeida. Para o Ministério Público, todos devem responder pelo homicídio, duplamente qualificado.
Segundo a denúncia, eles cometeram o crime por motivo torpe, por vingança, querendo fazer justiça com as próprias mãos e, além disso, não deram chance de defesa à vítima.
Os policiais estão detidos temporariamente pela Justiça Militar. Em 14 de novembro, a Polícia Civil pediu à Justiça a prisão preventiva dos acusados, segundo o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).
Além de Nascimento, morreu na ação o pedreiro Gefferson Oliveira Soares, de 23 anos. Segundo os policiais, ele foi baleado em confronto. A versão é negada pelos parentes do jovem. As investigações não foram totalmente concluídas e o MP não descarta o envolvimento de outros policiais no caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!