PM e moradores se reúnem para discutir situação no aglomerado da Serra


Moradores do Aglomerado da Serra, na região Centro-Sul da capital, se reuniram, na tarde desta quinta-feira (6), com representantes da Polícia Militar (PM).  Os presentes decidiram pela criação  de um comitê que ficará responsável por propor soluções para combater situações de violência, como as enfrentadas pelo conjunto de favelas nos últimos anos.
O grupo deverá se reunir mensalmente para debater questões como o trabalho da PM e da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), além de assuntos relacionados ao lazer, a educação e a saúde dos moradores do aglomerado. Entre os órgãos que vão compor o comitê estão a prefeitura de Belo Horizonte, a Copasa, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) e a Secretaria Municipal de Saúde.
 
“Estamos todos mais tranquilos em relação há uma semana atrás. O que foi definido é que, a partir de agora, a comunidade poderá debater os problemas da região, e assim ter um acompanhamento do que está ou não sendo feito”, disse a coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Serra, Andreia Barreto do Couto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!