SUSPEITO DE TER PARTICIPADO DE OCORRÊNCIA QUE BALEOU SD NO BARREIRO PODE TER ATIRADO EM CRIANÇA DE 3 ANOS NESTA QUARTA


Criança e jovem são baleados em atentado no Bairro Dom Silvério. Suspeitos do crime fugiram em um Honda Civic em direção à Via 240. O estado de saúde da criança, de 3 anos, é grave.
Uma criança de três anos e um jovem de 25 foram baleados no início da tarde desta quarta-feira próximo a uma quadra de futebol no Bairro Dom Silvério, na Região Nordeste de Belo Horizonte. Os suspeitos fugiram e ainda não foram localizados. A Polícia Militar suspeita que um dos atiradores participou de um assalto a uma joalheria no Barreiro, em outubro deste ano, em que um PM acabou baleado. 
Testemunhas informaram aos militares que Ramon Gomes da Silva estava próximo à quadra junto com a criança, quando um Honda Civic com os vidros totalmente escuros passou pela Rua Marques Ferreira. Na altura do número 184, o veículo parou e os ocupantes dispararam em direção às vítimas. Ramon foi atingido na perna, enquanto o garoto levou um tiro no abdômen e outro no tórax. 
Populares que presenciaram o crime socorreram os dois. Os feridos foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte e, depois, transferidos para o Hospital Odilon Behrens. Segundo a PM, o estado de saúde da criança é grave. 
Ainda não se sabe quantas pessoas estavam no veículo. “Quem presenciou o fato afirma que viu apenas duas pessoas, mas não descartamos a participação de outros integrantes”, afirma o cadete João Cabral Ferreira. Logo após os disparos, o carro saiu em alta velocidade em direção à Via 240. Os militares fizeram o cerco na região, mas ninguém foi encontrado. “Chegamos a parar alguns veículos com a mesma característica, porém não obtivemos êxito nas prisões. Vamos continuar com as buscas”, disse o cadete. 
Marcelo Tadeu, de camisa azul, está foragido.
Clevison Luis Soares Gonçalves de camisa vermelha está preso.
Informações passadas para a PM apontam que um dos atiradores participou de um assalto em 18 de outubro deste ano, quando um militar foi baleado na cabeça durante troca de tiros. “É um dos suspeitos que estavam nesta ocorrência. Inclusive ele tem mandado de prisão em aberto. Estamos trabalhando para localizá-lo”, explica. O homem a quem Ferreira se refere é Marcelo Tadeu Pereira da Silva. 
A motivação para o crime ainda é desconhecida. “Sabemos que nas imediações do bairro há o tráfico de drogas, mas no primeiro momento ainda não tem motivação. Tudo está sendo investigado e estamos levantamos informações sobre os suspeitos”, diz Ferreira.
FONTE: UAI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!