CAVALGADA TERMINA EM PRISÃO E AGRESSÕES CONTRA MILITAR

A Cavalgada em honra a São Sebastião, na comunidade de Córrego do Barro, ficou marcada por uma cena de selvageria. Por volta das 14h30 do último domingo, 27, uma equipe de policiais militares, composta pelo Cabo Barbosa e Sd Jonas, do Destacamento de São José da Varginha, se deslocou para a comunidade, onde tomaram providências policiais em relação a um jovem de 20 anos, de iniciais H.H.M.G., que utilizava som alto em sua caminhonete VW Saveiro e estava com claros sintomas de dirigir sob efeito de bebida alcoólica. Enquanto a dupla de militares fazia a prisão do autor, tendo o infrator resistido à prisão, um jovem de 19 anos, de iniciais V.V.S., passou a tumultuar o trabalho dos policiais, incitando os populares contra os militares. A seguir, tentou libertar o condutor da prisão. Em função da incitação deste jovem, um grupo relativamente numeroso de pessoas passou a agir contra os policiais, de forma agressiva.

 Mesmo diante destas adversidades, os militares conseguiram colocar o condutor do veículo, preso, na viatura e embarcaram na mesma, para deixar o local, quando um homem golpeou o rosto do Cabo Barbosa com uma pedra, através do vidro da porta. O militar foi socorrido ao hospital pelo Soldado Jonas e depois transferido para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, apresentando lesão no lado esquerdo do rosto. Foi acionado o reforço do policiamento de Pará de Minas, tendo comparecido a Córrego do Barro, que realizaram a prisão do infrator H.H.M.G., de 20 anos, bem como d o jovem de 19 anos, de iniciais V.V.S., que havia interferido na ocorrência. Além da apreensão da caminhonete VW Saveiro.

 A PM conseguiu também a identificação parcial do autor da agressão com pedra contra o militar e está ainda em rastreamento visando a sua prisão e posterior responsabilização em inquérito da Polícia Civil. Os três principais autores são residentes em Pará de Minas.Quem tiver informações sobre a identidade ou localização de tal autor, pode ligar para os telefones 190 ou 3231-0700.

 A Polícia Militar está tomando medidas de prevenção e repressão à prática de som automotivo abusivo, que causam perturbação do sossego à comunidade, sendo que a ocorrência em pauta está inserida neste contexto. Portanto, a PM solicita o apoio e compreensão de todos. Os condutores de veículos abordados nas fiscalizações devem ficar calmos e cooperativos, que as abordagens serão mais rápidas e seguras para todos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!