Delegado suspeito de corrupção ativa e peculato é solto em Belo Horizonte


O delegado João Maurício Penna Lamounier, suspeito de crimes contra a administração pública durante atividade policial, já está em liberdade. Ele foi preso no dia 15 de janeiro em casa, no bairro Cruzeiro, na região Centro-Sul da capital.
Segundo o delegado subcorregedor Luiz Flávio Cortat, Lamounier era investigado há três meses, desde que a Corregedoria Geral da Polícia Civil recebeu denúncias de que ele estaria cobrando dinheiro para liberar presos encaminhados à delegacia e desviando os valores arrecadados com o pagamento de fianças. "Em situações de ocorrência, após uma primeira análise, ele exigia das pessoas valores para não autuá-las em flagrante, contrariando a lei. Ele ainda arbitrava fianças e embolsava esses valores", explicou Cortat.
 
De acordo com a Corregedoria, Lamounier está na Polícia Civil há quase cinco anos e, atualmente, não era titular em nenhuma delegacia e trabalhava nos plantões das Delegacias de Polícia Civil Centro, Sul e Noroeste. O delegado foi preso após a Justiça liberar um mandado de prisão preventiva contra ele. "Temos provas e elementos que apontam a práticas dos crimes de corrupção ativa e peculato, ou seja, desvio de dinheiro cometido por funcionário público", destacou o subcorregedor.
 
O suspeito ficou detido na Casa de Detenção da Polícia Civil. Lamounier foi solto no dia 18 de janeiro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!