Jovem ‘trêbado’ estava 16 vezes acima do permitido

IPATINGA – Dois jovens foram presos na madrugada desta terça (29) por direção perigosa, porte de arma, dirigir sem carteira e uma série de outras acusações. Os dois estavam no Kart Clube de Ipatinga e saíram do local pela Avenida Burle Marx, do Parque Ipanema, só parando quando o carro quebrou. Eles foram presos e encaminhados para o Ceresp.
A PM recebeu a informação um veículo Ford Ecoesport, prata, de placa GXG-1571, estacionado dentro do Kartódromo, teria dentro dele uma arma de fogo. Quando chegaram ao Kart, viram o veículo se dirigindo para a Avenida Roberto Burle Marx. Fazendo o acompanhamento visual, a PM percebeu que o condutor dava sinais de embriagues: subiu diversas vezes no canteiro central, ziguezagueando na pista. Ele estourou os pneus dianteiros do veículo e só parou quando o carro não funcionou mais. Durante a abordagem policial, o motorista, Jackciley Douglas da Cruz (19), não conseguia nem parar em pé. O carro pertencia ao carona, Fernando Henrique de Almeida (19), a quem pertencia também a arma, um revólver calibre .38, com a numeração alterada, e quatro cartuchos intactos.

16 vezes acima do nível permitido

Jackciley já possui extensa ficha criminal, entre elas uma condenação por tráfico de drogas. Ele foi autuado por dirigir embriagado; dirigir sem carteira de habilitação e direção perigosa. Ele soprou o etilometro (bafômetro), que atestou 0,83 miligramas de álcool por litro de ar (mg/L), mais de 16 vezes o permitido de acordo com a nova resolução do CONTRAN, publicada na manhã desta terça (29), no Diário Oficial da União. Até ontem o permitido era de 0,1 mg/L. Jackciley afirmou estar bebendo desde o início da manhã de segunda (28). A infração continua classificada como gravíssima e o valor da multa é de R$ 1.915,40, além de o motorista ficar impedido de dirigir por um ano. O Delegado Thiago Henriques estipulou fiança no valor de R$ 5 mil para o conduto, que não pagou e foi encaminhado ao Ceresp.
Já Fernando, proprietário do veículo e da arma, teve flagrante ratificado por entregar direção para pessoa não habilitada, além de porte ilegal de arma de fogo, sendo que a mesma apresentava a numeração adulterada. Sem direito a fiança, também foi encaminhado para o Ceresp.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!