Passageiro de moto simula estar armado e piloto acaba sendo baleado por PM


ITABIRA (MG) - O jovem inabilitado Túlio Stephen Cordeiro, 19 anos, foi baleado quando tentava fugir dos policiais do Grupamento Especializado em Prevenção Motorizada Ostensiva Rápida (GEPMOR) na noite desta terça-feira, 1° de janeiro. O fato aconteceu na rua Armindo Costa Lage, esquina com a Rua Presidente Costa e Silva no Bairro Major Lage de Baixo.
De acordo com a Polícia Militar, os militares estavam na avenida Israel Pinheiro no Bairro Areão, apurando algumas informações sobre o possível autor da tentativa de homicídio que ocorreu no bairro Gabiroba, quando três motocicletas em alta velocidade passaram pelos policiais que decidiram abordar os suspeitos.
Os militares ordenaram que Túlio Cordeiro parasse a motocicleta Honda CG Titan azul, placa GXD-5411 de João Monlevade, o jovem desacatou a ordem dos militares e iniciou uma fuga em alta velocidade pelas ruas da cidade, foram cerca de 7 km de acompanhamento visual, a fuga durou aproximadamente 8 minutos, em alguns trechos o motoqueiro quase se envolveu em acidente e por sorte não atropelou alguma pessoa que estava transitando pela rua.
Um soldado do GEPMOR que conseguiu manter o acompanhamento visual com o suspeito, disse que o jovem entrou pela contramão de direção na rua Prefeito Virgilino Quintão, ao ter acesso para a rua Armindo Costa Lage o soldado conseguiu chegar do lado da moto em fuga, momento em que o policial deu ordem para que o jovem parasse, o suspeito que estava na garupa da moto levou a mão na cintura simulando sacar uma arma de fogo.
O militar para garantir sua integridade física efetuou um disparo em direção aos dois indivíduos, o tiro acertou a cabeça saindo no supercílio do lado esquerdo. Depois de ter sido atingido os dois caíram da motocicleta. O policial de imediato solicitou a Central de Operações da PM (COPOM) que acionasse o SAMU para socorrer os dois ocupantes.
Túlio Cordeiro foi levado pela ambulância ao pronto socorro, o mesmo apresentava um traumatismo Craniano e várias escoriações pelo corpo. O suspeito, que estava na garupa da moto, foi preso por ameaça, ele também foi levado à unidade de saúde, reclamando de dores e com leves ferimentos no corpo.
A arma do policial militar foi recolhida, um Inquérito da Polícia Militar (IPM) vai ser aberto para apurar o caso. O perito Erico Mattos esteve na cena e após os trabalhos, a motocicleta foi apreendida e rebocada ao pátio credenciado. A ocorrência foi encaminhada ao delegado de Polícia Civil, que vai instaurar um inquérito criminal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!