PM fecha minilaboratório de refino de drogas

AKR

Após uma abordagem, Renan ligou para um ‘amigo’ tirar drogas da sua casa, onde as refinava, antes da PM chegar, mas não deu tempo
TIMÓTEO – A PM de Timóteo fechou nesta sexta (18), um minilaboratório de refino de drogas no Bairro Ana Malaquias. Eles chegaram ao local por meio de Renan Mapa de Araújo (23), traficante investigado pela policia e tido como responsável pelo tráfico de drogas na região Centro Sul da cidade.

Durante a realização de uma operação, policiais se depararam com Renan, suspeito de tráfico investigado há um tempo, na Rua Ponte Nova, no Bairro Santa Maria. Ele dirigia um Fiat Siena GZW – 2694, em seu nome. Renan obedeceu à ordem para estacionar e durante a revista do veículo, a PM encontrou uma substância que aparentava ser maconha. Além desse fato, Renan não possuía carteira de habilitação. Enquanto continuavam as buscas pelo carro, Renan ligou para uma segunda pessoa, pedindo que ela fosse até a casa dele, na Rua Ubá, no Bairro Ana Malaquias, para tirar algumas coisas de lá antes da chegada dos policiais. O que Renan não contava é que a policia também estava ouvindo a conversa. O traficante é suspeito de ser um dos responsáveis pela distribuição de drogas na região Centro Sul de Timóteo, e diariamente a PM recebe denúncias ligando ele ao tráfico de entorpecentes na cidade.

Laboratório
A PM se deslocou a casa de Renan e cercou imediatamente o local, onde funcionava um pequeno centro de distribuição e minilaboratório.  Da casa emanava um forte cheiro, que segundo os policiais era proveniente do crack. Uma testemunha foi acionada para acompanhar as buscas dentro da residência de Renan.
Na busca domiciliar, foram encontradas diversas substâncias ilícitas e produtos químicos usados no refino e no preparo de drogas. A polícia encontrou cocaína, crack e maconha em diferentes quantidades, além de sacolas de ‘chup-chup’, usadas para embalar a droga e uma balança de precisão. Renan comprava a pasta base e realizava o refino da substância, utilizando vários produtos químicos comuns no preparo de entorpecentes, para multiplicar a droga. Foram apreendidos também R$147 reais, um celular uma balança de precisão, e o Fiat Siena.
Um dos fatores que levou a PM a ter suspeitas sobre Renan é o fato de, mesmo desempregado, ele possuir vários bens, como motos e carros, o que levanta a hipótese dos veículos terem sido adquiridos com o dinheiro ilícito. Foram apreendidos também dois cartões bancários, referentes a contas onde possivelmente, Renan Mapa guarda a quantia adquirida com o tráfico de entorpecentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!