Soldado morre como herói e bandido é autuado em quatro artigos, inclusive homicídio doloso.

SANTA LUZIA – Homem que provocou morte de PM é enquadrado em quatro artigos

25/01/2013

A Polícia Militar de Minas Gerais perdeu mais um de seus integrantes, que morreu como herói, defendendo a sociedade. O Soldado Marcelo Barbosa Martins, 31 anos, do 35º Batalhão, faleceu ontem à noite, 24, no Bairro São Benedito, em Santa Luzia, depois que a viatura que ele ocupava foi abalroada por um veículo dirigido por Leandro Honorato de Oliveira, 21 anos.
Ontem à noite, 24, por volta das 20h, integrantes da viatura 18818 da 150ª Companhia do 35º Batalhão receberam um comunicado, via rede-rádio, dando conta que o Hyundai Vera Cruz preto, dirigido por Leandro, que estava em companhia de Jaqueline Antunes dos Santos, fugiu de um cerco de policiais civis nas proximidades do Bairro Guarani, em Belo Horizonte, com apoio da Polícia Militar. Como o marginal fugiu em direção a Santa Luzia, policiais militares montaram uma operação de cerco e bloqueio naquela cidade.
MEGA SPACE
Alguns minutos depois, o veículo do foragido foi visto pelos integrantes da viatura 18821 nas imediações do Mega Space, quando foi dada ordem de parada ao motorista, que não obedeceu e saiu em alta velocidade, colocando em risco a vida de outros condutores de veículos e de pedestres. Em uma ação conjunta, viaturas do 35º Batalhão, com apoio de um helicóptero Pégasus, da PM, e policiais civis da 4ª Delegacia Especializada em Furtos e Roubos de Veículos passaram a acompanhar o Hyundai.
Na tentativa de fuga, na Rua São José, Bairro São Benedito, o criminoso abalroou quatro viaturas e colidiu contra outro veículo da PM, o de número 18818, ocupado pelo Soldado Marcelo e mais dois policiais militares – Soldado Wellington da Costa Barros e Soldado Ramos -, que sofreram escoriações por todo o corpo e foram socorridos por uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar.
Infelizmente, o Soldado Marcelo ficou preso entre as ferragens da viatura, sendo socorrido por equipes do Samu e dos Bombeiros. Ele, no entanto, não resistiu aos ferimentos e faleceu no local da colisão.  Depois disso, não satisfeito, o criminoso saiu correndo e entrou em uma casa nas imediações, onde, alguns minutos depois, foi localizado e preso pelos policiais militares. Jaqueline foi presa no local do acidente.
Foram apreendidos no Hyundai dois celulares, um moldem de acesso à internet, um microcomputador, 255 chips de celular e uma Carteira Nacional de Habilitação – CNH, com foto do autor e em nome de um terceiros. O Hyundai Vera Cruz 3.8 V-6, tomado de assalto no dia 30 de outubro do ano passado, com placa clonada, foi recolhido para a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos. Leandro já é conhecido no meio policial por seu envolvimento em roubos de carros de luxo, estelionato, venda de chips e aplicação de golpes de telefonia móvel.
ENQUADRADO
Leandro, em virtude das condutas praticadas, foi enquadrado pela Polícia Judiciária nos seguintes artigos do Código Penal: 121 – homicídio consumado doloso e homicídio tentado contra dois policiais militares -, 180 – receptação – e 311 – adulteração de sinal identificador de veículo automotor, além de já responder a outros quatro inquéritos policiais pelo crime de roubo – artigo 157.

Um comentário:

  1. esse tipo de lixo deveria ser morto em praça publica... pois cade o povo do direitos humanos para ser solidario e pagar as contas dos policiais defensores da sociedade, que morrem para proteger a sociedade, e quando matam são severamente punidos...

    ResponderExcluir

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!