Suspeitos de tentar matar PM em assalto são presos

Dois homens foram presos suspeitos de tentar matar um policial
militar durante um assalto na Grande São Paulo. Depois do crime, um dos suspeitos viajou para o litoral de São Paulo. Ele passou o réveillon na praia.
Mas os passos do homem eram monitorados pela polícia. Na volta para casa, o homem de 20 anos, foi preso. Ele e um comparsa, de 25 anos, são suspeitos de matar um PM durante o assalto a um mercado, em Santo André, no ABC Paulista.
O policial, que estava à paisana, reagiu e levou seis tiros. Ele continua internado em estado grave.
Leia mais notícias de São Paulo
O roubo aconteceu no dia 20 de dezembro. Três homens armados invadiram o mercado. Um deles foi atingido na troca de tiros com o policial e morreu.
Os comparsas até tentaram socorrê-lo. Ele foi deixado ferido na porta do pronto-socorro. Foi nesse momento que uma testemunha anotou a placa do carro.
O homem, de 20 anos, que é dono do carro, deixou o veículo sujo de sangue em um lava-rápido. Ali ele justificou o sangue ao dizer que socorreu uma vizinha mordida por um cão.
O carro ficou no lava-rápido por mais de dez dias. A dupla fugiu com cerca de R$ 500 dos caixas do mercado. A Polícia Civil e a Corregedoria investigam o caso em conjunto. Além do carro, os policiais conseguiram localizar uma das armas usada no assalto, um revólver calibre 38. Os dois homens vão responder por latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!