Tráficantes de drogas expulsam famílias para ocupar casas em BH


À mercê do tráfico de drogas, moradores de conjuntos habitacionais de Belo Horizonte estão sendo retirados à força de seus apartamentos por criminosos. Em menos de dois anos, foram identificadas 280 ocupações irregulares. A maioria dos casos é de famílias que se apossaram do imóvel após a expulsão dos proprietários legais.

Na segunda-feira (7), o Hoje em Dia mostrou que o problema da violência é comum também nos condomínios populares de Juiz de Fora, na Zona da Mata.

Os motivos das “desocupações” nas moradias populares de BH são variados: dívidas de usuários de drogas com traficantes, disputas entre diferentes facções criminosas e, não raro, discussões banais. A residência invadida é comercializada ou alugada.

“Já aconteceu de os caras pegarem e transformarem a casa numa boca de fumo. Eles guardam drogas e revendem”, conta uma moradora antiga do conjunto Granja de Freitas, na região Leste da capital.
BLOG DO ESTEVES

SEM A FORÇA DO ESTADO, A BANDIDAGEM TOMA CONTA!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!