Carro alegórico toca fio elétrico, pega fogo e deixa 4 mortos


O ex-jogador Coutinho, que desfilou no carro alegório, lamentou o acidente. Ele desceu pouco antes de a alegoria ser incendiada. "É triste. Infelizmente as pessoas acabam perdendo os entes queridos em um piscar de olhos. Lamentável mesmo", afirmou.
O último dos três carros da agremiação, pertencente a uma torcida do Santos Futebol Clube, tocou fios elétricos em um poste na área de dispersão logo após o fim do desfile. Segundo os bombeiros, três integrantes da escola moreram no local. Uma mulher morreu no hospital.
Seis pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para atendimento. Por volta das 9h, cinco permaneciam internadas. O estado de saúde delas não foi divulgado.
Com o acidente, o fornecimento de energia para 6.000 casas foi interrompido na Zona Noroeste de Santos. A passarela Dráusio da Cruz também ficou sem energia.
O carnaval deste ano é o primeiro após uma grande reforma na passarela do samba de Santos. Prédios foram construídos para abrigar a imprensa e os camarotes.
Coutinho se salvou
Segundo testemunhas, três das vítimas que morreram estavam na chamada "ala da força", responsável por empurrar o carro, que homenageava o ex-jogador Pelé. Já a mulher morta estava na calçada.
O carro levava várias crianças e o ex-jogador Coutinho, mas eles desceram antes do acidente e não se feriram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!