Dois integrantes de uma quadrilha do Rio de Janeiro foram presos em Juiz de Fora após troca de tiros com a polícia


Dois homens suspeitos de integrar uma quadrilha de assaltantes que atuava no Rio de Janeiro foram presos em Juiz de Fora, na Zona da Mata. Sidney Carvalho da Silva, 31, foi detido na noite dessa terça-feira (19), e Alex Sandro de Paula, 32, conhecido como Alex Carioca, foi encontrado na madrugada desta quarta-feira (20). Os dois são cariocas.
A Polícia Militar de Minas Gerais chegou aos suspeitos após receber uma denúncia anônima de que os quatro integrantes da quadrilha, responsáveis por diversos crimes em Juiz de Fora e em cidades vizinhas, estavam exibindo armas de fogo para assustar os moradores no Mirante do Salvaterra. Eles também são suspeitos de crimes de roubos à caixas eletrônicos.
A partir daí, a polícia esteve no local, mas foi recebida a tiros pelos suspeitos. Houve troca de tiros e os militares conseguiram deter Sidney, mas os outros três fugiram e se esconderam em um matagal. O rastreamento na região mobilizou equipes do 27º Batalhão, da 3ª Companhia de Missões Especiais, do canil da Polícia Militar e do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), além de um helicóptero da 4ª Companhia de Radio Patrulhamento Aéreo, e durou a noite toda até a madrugada desta quarta.
Alex Carioca foi localizado às margens perto do antigo Restaurante Mineirão, às margens da BR-040, próximo ao antigo restaurante Mineirão, com arranhões por todo o corpo e as roupas cobertas de lama. Ele disse que, para tentar escapar, havia se separado dos outros dois suspeitos que conseguiram fugir.  Porém, os fugitivos já foram identificados, segundo a polícia, e estão sendo procurados.
Sidney foi autuado pelos crimes de homicídio tentado contra os policiais, direção perigosa, porte ilegal de arma de fogo, porte de drogas, e furto de carros e documentos. Com ele, a polícia apreendeu uma pistola Taurus calibre 380, 22 cartuchos intactos, uma bucha de maconha, uma folha de cheque preenchida no valor de R$ 500,00, um carro Gol com placa de Cachoeira do Itapemirim no Espírito Santo e uma motocicleta.
Já Alex Carioca, foi autuado por falsidade ideológica e uso de documento falso. Ele tinha um mandado de prisão em aberto no Rio de Janeiro. Os dois foram levados à delegacia de Juiz de Fora.

Um comentário:

  1. Nao existe video dessa apreensao,estive no mirante no dia anterior,nossa to horrizada?!!

    ResponderExcluir

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!