FABRICIANO TEM O SEXTO HOMICÍDIO DE JANEIRO, E JOVEM QUE TENTOU ASSASSINAR A EX E SE MATAR É ENCONTRADO MORTO


Dois jovens foram assassinados na virada de janeiro para fevereiro. Em Fabriciano, um jovem de 23 anos foi alvejado por tiros de um atirador desconhecido, que fugiu em uma moto. Ele, que é suspeito de envolvimento com drogas, morreu no hospital. Já no Bairro Águas Claras, em Santana do Paraíso, um morador do Betânia, ex-namorado de uma garota no Bairro Bom Pastor, foi encontrado morto em uma mata. A PM não tem suspeito, mas cogita que o motivo do homicídio seja vingança.
No dia 22 de dezembro, pouco antes do Natal, um jovem chamado Wanderson Alberto Martins (27), estava inconformado com o término do namoro. Ele foi até sua ex, no Bairro Bom Pastor, e a chamou para conversar. Ela aceitou e foi surpreendida com uma facada. Em seguida, ele tentou se matar, desferindo facadas contra seu próprio corpo. Mesmo ferido, ele fugiu para o Betânia, onde morava. Desde então ele seguia sendo procurado pela PM. Mais de um mês depois, ele foi encontrado pela polícia: na mata de preservação de uma empresa, com dez perfurações.
O corpo foi encontrado entre os bairros Águas Claras e Bom Pastor. Wanderson estava caído, com perfurações em várias partes do corpo. Além da tentativa de assassinato contra a ex, ele tinha outras passagens pela polícia. A PM ainda não tem suspeitos do crime, mas investiga a possibilidade de envolvimento de pessoas ligadas a ex-namorada de Wanderson, que teriam realizado uma possível vingança. Outra possibilidade é o envolvimento de Wanderson com gangues locais.

Já em Fabriciano, vinte minutos antes da meia noite desta quinta (31), um jovem foi alvejado por tiros na Rua Pedro Cipriano, no Bairro Caladão. Gilmar Fernandes Jorge (23), estava conversando com outras pessoas na rua citada, quando uma motocicleta de cor preta chegou no local, com duas pessoas baixinhas vestidas com capas de chuva. O passageiro desceu da moto e caminhou em direção ao grupo. Enquanto caminhava, sacou uma arma, aparentemente calibre 38, e efetuou disparos em direção a Gilmar. Em seguida ele montou novamente na moto e saiu em disparada. Como nenhum dos outros foi atingido, a PM trabalha com a suspeita de execução. Mesmo sem ter passagens pela polícia, Gilmar é suspeito de envolvimento com tráfico de drogas no bairro.
A viatura composta pelo Sargento Maurício e Cabo Maia compareceu ao local, onde encontraram a vítima. Os bombeiros chegaram logo em seguida e socorreram o jovem, que veio a falecer no Hospital São Camilo. Foram constatadas perfurações no braço direito, na cavidade bucal e no crânio.
O perito Isaque compareceu ao local e constatou perfurações em um portão e muro de uma residência, provenientes dos disparos. Foram recolhidos projéteis no local do crime, além de uma cédula de R$10 e um papelote de cocaína.


http://www.jornalvaledoaco.com.br/novo_site/ler_noticia.php?id=102749

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!