Foragido da Justiça apanha da mulher, é enterrado vivo


Um caso nada comum chamou a atenção e chocou os moradores da pequena cidade de Marilac, que fica a aproximadamente 70 quilômetros de Governador Valadares, no Vale do Rio Doce. Um morador do município, José Roberto Pereira, de 37 anos, apanhou da mulher, foi enterrado vivo por ela e ainda acabou preso ao ir até a delegacia para denunciar a esposa.
Conforme relatos de José Roberto Pereira à polícia, na noite do último domingo (24), ele chegou em casa depois do trabalho, tomou um banho, deitou e foi agredido por G.P.S, de 25 anos, enquando dormia. A jovem teria dado vários golpes com pedaços de madeira na cabeça do marido, que desmaiou. Por achar que José Roberto Pereira havia morrido, a mulher resolveu enterrá-lo na manhã de segunda-feira (25).
G.P.S abriu uma cova de um metro de profundidade, 80 centímetros de largura e 1,80 de comprimento no quintal de casa, localizada na rua Mariana, no centro de Marilac. Porém, após colocar o marido dentro do buraco e só faltar jogar terra na cabeça dele, José Roberto Pereira acordou. Muito assustada, G.P.S pegou R$ 200 e o celular do marido, fugiu e ainda é procura pela polícia.
Segundo a Polícia Militar de Governador Valadares, a jovem chegou a amarrar os braços e pernas do marido com panos antes de colocá-lo na cova. Assim, José Roberto Pereira, que também teve o corpo enrolado por um cobertor, só conseguiu sair do buraco por volta de 18h de segunda.
Depois de conseguir sair da cova, José Roberto Pereira foi até a delegacia de Marilac, onde os policiais descobriram a existência de um mandado de prisão em aberto contra ele por tráfico de drogas e o prenderam. Durante depoimento, o homem afirmou aos policiais que demorou para procurar ajuda porque estava muito tonto ao sair da cova. José Roberto Pereira foi encaminhado ao Hospital de Pronto-Socorro de Governador Valadares, medicado e liberado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!