Homem é morto após primeiro gol do Galo

IPATINGA – Logo após o primeiro gol do Galo no jogo desta última quarta (13), pela estreia do time de Belo Horizonte na Libertadores, a comemoração em um bar da rua Judite, no Canaã, virou tragédia. Por volta das 22h15, enquanto um grupo de torcedores ainda comemorava, um homem ainda com capacete na cabeça, com uma blusa branca e bermuda escura, entrou no bar e caminhou até Adair Amâncio Pereira (49). Ele efetuou um único tiro, na nuca da vítima, e saiu do bar, fugindo em direção ao bairro Bethania. Quando a polícia chegou ao local, a vítima já se encontrava caída. O local foi isolado e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), constatou o óbito. O perito Gilmar Miranda compareceu ao local e liberou o corpo para o Instituto Médico Legal. O perito identificou uma perfuração de entrada e nenhuma de saída, sendo que não foi possível revelar o calibre da arma usada. Testemunhas relataram que não conheciam o sujeito que entrou no bar e atirou contra Adair. Foi informado também que ele teria fugido em uma motocicleta Honda Bros, de cor branca.
Adair teria tido um desentendimento na última semana, também relacionado a futebol. Em um outro bar, também no Canaã, ele teria discutido com um homem após uma aposta referente ao clássico entre Cruzeiro e Atlético, no domingo (03), quando o Cruzeiro venceu por 2 a 1. Ele teria perdido a aposta e se negado a pagar, e também teria desferido um soco contra o vencedor da aposta. A PM procurou alguém no bar para verificar a informação, tanto quanto o dono do bar em sua residência, mas não encontrou ninguém.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!