"JABÁ" no pagamento do Prêmio Produtividade


Você entendeu o índice que sera pago pela SEDS?

Editorial do Blog do Cabo Fernando: Acho que estou ficando velho e minha memória esta falhando. Vejam os dois banner/gráficos acima referentes as notas do PP, confesso que não entendo como é feito essa matemática, a pessoa responsável por essas notas deve ser algum cientista ou bacharel em matemática. A 10ª Risp tirou nota 10,00 pela CAA, a 16ª Risp tirou 7,36, a 3ª Risp tirou 4,40, que soma é feita e que fator de ponderação é esse que no final todos recebem notas iguais 6,11? Uma Risp tem nota 10,00 e outra nota 4,40 e ambas vão receber a mesma coisa, eu que sou burro ou o tal matemático que é esperto demais. Outra gozação é a nota dado ao IPSM, alias essa passou dos limites, pois la dentro a maioria dos que trabalham são coronéis e oficiais diversos, os funcionários se não forem parentes de alguém da diretoria é no mínimo conhecidos. O Instituto não pertence as nossas organizações militares? Os somatórios totais de suas notas do PP não entram junto com alguma Risp, HPM ou outro órgão militar? No que o IPSM é diferente de um batalhão de área, de uma delegacia da PC ou um quartel dos Bombeiros? Em que eles trabalham mais? Pois não tem cabimento eles receberem quase 100% de Prêmio por produtividade, na minha opinião ai tem "jabá". Mas o que me deixa mais incrédulo é que os coronéis e delegados das Risps não falam nada, ficam caladinhos diante dessa discrepância de valores pagos do PP entre as Risps e o IPSM. Se alguém puder me responder sou todo ouvido, mas acho que nem o Chapolin poderá nos ajudar. Origem dos gráficos: http://www.blogdoesteves.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!