Sargento Maciel: trabalho reconhecido pelo 14º BPM


IPATINGA – Com 25 anos de Policial Militar e atuações de destaque, especialmente nas regiões dos bairros Bethânia e Canaã, a Sargento Maciel, que está próxima de se aposentar, recebeu elogios do alto comando da corporação no Vale do Aço. Para o Tenente-Coronel Assis, Comandante do 14º Batalhão de Ipatinga, o reconhecimento ao trabalho da militar ratifica o alto nível dos policiais que compõem o 14º BPM.
“A Sargento Maciel é uma excelente profissional, assim como os outros militares do 14º Batalhão, que também são pessoas sérias, honestas, trabalhadoras, dedicadas, comprometidas e, como ela, com vocação para o serviço policial. Percebi essas características nela tão logo cheguei ao Vale do Aço, quando participei de uma reunião do Conselho de Segurança Pública (Consep) da região do bairro Tiradentes e adjacências. Naquela oportunidade, percebi o alto grau de interação que ela possui com os moradores dessa região do Bethânia, e isso facilita muito o trabalho policial. Ela é preocupada com a população, com o cidadão, muito dedicada e inteligente”, testificou o Comandante Assis.
Entre as ações da Sargento, algumas se destacam mais. Recentemente, participou de uma ação que impediu uma tentativa de suicídio no Canaã. Ela retirou a faca das mãos de uma mulher que tentava contra a sua própria vida. Outra atuação de destaque ocorreu no Bethânia. Informada por populares, localizou e tirou de circulação um traficante do bairro. “Ela tem desenvolvido muitas ações positivas na cidade e a gente fica muito satisfeito e muito feliz de tomar conhecimento de que o trabalho da Sargento Maciel tem recebido o devido reconhecimento da imprensa e da população. Isso é muito gratificante para nós”, destacou o Tenente-Coronel Assis.
Perguntada sobre sua maior identificação com as comunidades do Bethânia e Canaã, onde atua como militar há mais de 15 anos, Maciel assegurou que o carinho recebido por ela é recíproco. “Além de ter trabalhado na ‘Bike Patrulha’ da PM, fundamos, eu e a Sargento Rosilei, a Rede de Vizinhos Protegidos junto às famílias dessas localidades. E o objetivo dessa Rede não era apenas dar segurança à população, mas também o de reconciliar famílias e ajudar pessoas. O respeito e o carinho que recebo deles são recíprocos. Em 25 anos de carreira militar, as ocorrências que mais me marcaram como destacáveis não foram as que eu pude ajudar na apreensão de grandes quantidades de materiais ilícitos ou em grandes prisões de criminosos, mas, sim, aquelas em que eu pude ajudar a socorrer vítimas de acidentes, bem como minha atuação nas reconciliações de casais e de pais para com filhos. Esse tipo de trabalho me faz sentir”, concluiu a militar.

http://www.jornalvaledoaco.com.br/novo_site/ler_noticia.php?id=102754

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!