Eventos esportivos e shows têm segurança reforçada em Minas

A partir da próxima segunda-feira, começa a funcionar em Belo Horizonte um esquema especial para reforçar a segurança dos moradores durante a realização de grandes shows e eventos esportivos, principalmente nas regiões próximo aos estádios e às arenas. A Sala de Situação e Gerenciamento de Crises e Grandes Eventos, inaugurada ontem na Cidade Administrativa, irá reunir, em um mesmo espaço, os comandos das polícias Militar e Civil, dos bombeiros e da guarda municipal.

No local, as corporações poderão monitorar, em tempo real, as imagens captadas por câmeras espalhadas pela cidade - como as do Olho Vivo, instaladas em 161 pontos estratégicos para reduzir a criminalidade e danos contra o patrimônio. O objetivo do plano é facilitar a comunicação entre as autoridades responsáveis para diminuir o tempo de resposta às situações de emergência. A Secretaria de Defesa Social (Seds) informou que ainda não é possível mensurar o tempo que será poupado no atendimento às ocorrências.

Estreia. Os primeiros testes para o esquema montado pelo governo de Minas serão em 24 de abril, quando o estádio do Mineirão, na Pampulha, receberá o amistoso entre as seleções do Brasil e Chile; e em 3 de maio, durante a abertura da turnê mundial de Paul McCartney, que também irá ocorrer no Mineirão. A meta é evitar que situações como as ocorridas na capital, na semana passada, durante a apresentação do músico Elton John, se repitam. 

"Próximo ao estádio, os policiais conseguiram prender 16 cambistas e 43 flanelinhas que estavam extorquindo os motoristas. Coincidentemente, não tivemos registro de carros arrombados, o que para nós foi um indício de que são os próprios tomadores de conta que costumam arrombar os veículos estacionados", relatou o comandante do policiamento especializado, coronel Antônio de Carvalho. 

Para a Seds, a articulação de polícias, bombeiros e guarda municipal em um mesmo espaço irá facilitar o planejamento das estratégias de segurança. A expectativa é que a sala inaugurada ontem opere de forma plena até a Copa das Confederações, em junho. "A capacidade de integração dos setores de inteligência das corporações será o principal legado dos eventos esportivos", avaliou o secretário da pasta, Rômulo Ferraz. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!