Governador Anastasia dá ultimato para a Polícia Civil


A Polícia Civil tem até quinta-feira para resolver o problema da falta de rabecões em Belo Horizonte e região metropolitana. O ultimato partiu do governador do Estado, Antonio Anastasia, que informou, por meio de sua assessoria, que a situação atual não pode continuar. No último fim de semana, apenas um dos quatro veículos que atendem a Grande BH funcionava. Os outros três estavam estragados.
A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que um rabecão, que estava na oficina mecânica, foi liberado na tarde da última segunda-feira (11). Hoje, portanto, dois carros estão disponíveis para atender a região metropolitana.
Diante da determinação do governador, a corporação informou que irá cumprir o prazo de 72 horas para resolver o problema. A maneira como a determinação será atendida ainda está sendo estudada.
A consequência da falta de rabecões é a espera de horas para a remoção de corpos de vítimas de homicídios e acidentes, além dos casos de morte natural.
Acidente
A situação caótica veio à tona no dia 13 de fevereiro, quando a BR-040 ficou interditada durante sete horas após um acidente. Como não havia carro disponível para retirar os corpos de cinco vítimas, a rodovia ficou fechada.
Uma licitação está em curso para a compra de 30 veículos que vão atuar na remoção de corpos em todo o Estado. Os novos rabecões devem começar a circular no segundo semestre deste ano.
Segundo a Polícia Civil, também é estudada a contratação de uma empresa terceirizada, responsável pela prática do serviço. A solução poderia agilizar a troca dos veículos e impedir que a espera pela remoção se prolongue por horas.
O que se analisa neste momento, conforme a corporação, é a viabilidade da opção do processo licitatório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!