PMs são treinados para ajudar no combate ao mosquito da dengue

Policiais militares passam a compor as ações de combate à dengue em Minas Gerais, onde o número de casos da doença neste ano já é quase o dobro do total do ano passado - 93,1 mil registros em dois meses e meio de 2013 contra 46,6 mil em 2012. Durante todo o dia de hoje, 200 militares serão treinados sobre as ações de prevenção e meios de atuação em situações de crise.

A capacitação é voltada para médicos e oficiais administrativos, que se tornarão multiplicadores dos ensinamentos em seus batalhões pelo Estado. Cerca de 60 batalhões participam da ação. Os policiais vão conhecer os números atuais da dengue em Minas, além das campanhas de Mobilização Social para o Controle da Dengue, realizadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

De acordo com a assessoria de imprensa da SES, com base nesse conhecimento, os militares poderão elaborar estratégias para mobilização de voluntários e da população em geral. O órgão também mantém os mutirões de limpeza de terrenos e conscientização de moradores para tentar reverter o avanço da dengue.

De janeiro até agora, 23 pessoas já morreram no Estado em decorrência da doença, segundo o balanço oficial da SES. O número já é maior do que em 2012, quando foram registrados 18 óbitos em 12 meses.

Infestação. Ainda segundo a SES, pesquisas apontam que mais de 80% dos focos do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, encontram-se dentro dos domicílios. A troca de gestão ocorrida em aproximadamente 83% das prefeituras desmobilizou muitas equipes de controle e vigilância e também de limpeza pública, o que pode ter acarretado atraso na digitação e envio da informação do número de casos da doença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!