Diferença de gênero já está superada pela PM', diz 1ª comandante de BH


Há 27 anos na Polícia Militar, a coronel já desempenhou funções administrativas e operacionais, na capital, na Grande BH e no interior do estado (Foto: Raquel Freitas/G1)
Há 27 anos na Polícia Militar, a coronel já desempenhou funções administrativas e operacionais, na capital, na Grande BH e no ineterior do estado (Foto: Raquel Freitas/G1)
Sentada ao lado de um painel com fotografias de ex-comandantes de Policiamento da Capital – todos homens –, a coronel Cláudia Romualdo lidera cerca de 5,8 mil militares dos nove batalhões de Belo Horizonte. Há pouco mais de um mês, ela se tornou a primeira mulher a comandar a 1ª Região da Polícia Militar (PM) de Minas Gerais e garante que nunca enfrentou preconceito na corporação. “Durante 27 anos de serviço que eu tenho, enfrentei alguns momentos difíceis, mas nenhum deles ligados ao fato de ser mulher. Nunca tive nenhum problema nem com superiores, nem com pares e nem com subordinados. Aqui, o que ganha um soldado ou uma soldado é a mesma coisa. Essa diferença de gênero já está superada pela PM”, afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!