Ipatinga recebe alta cúpula da segurança pública

Em pauta, assassinato de Rodrigo Neto, investigação de crimes ainda não solucionados, RISP e reativação do ‘Olho Vivo’


Foto: Seds-MG/Divulgação

Em agenda semelhante no Triângulo Mineiro, o secretário Rômulo Ferraz anunciou diversos investimentos para o setor
IPATINGA – Município-sede da 12ª Região Integrada de Segurança Pública (RISP), Ipatinga recebe nesta sexta-feira (5) a alta cúpula da segurança de Minas Gerais. Estarão na cidade o secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo de Carvalho Ferraz; o comandante-geral da Polícia Militar, Márcio Martins Sant'ana, e o chefe da Polícia Civil em todo Estado, Cylton Brandão da Matta. Conforme apurou a reportagem do jornal VALE DO AÇO, na agenda da comitiva está prevista uma reunião fechada no período da manhã, na qual serão discutidas questões estratégicas do setor.

O município de Uberaba, no Triângulo Mineiro, foi o primeiro do interior de Minas Gerais a receber a Cúpula da Segurança Pública do Estado em 2013, na quinta-feira (21), para definições de estratégias de combate à criminalidade. Apesar de ser uma agenda habitual, que também ocorre em outras regiões do Estado para discutir as peculiaridades da violência com lideranças locais, em Ipatinga a incursão das autoridades terá caráter simbólico. Há 27 dias foi assassinado brutalmente o jornalista Rodrigo Neto, repórter policial que denunciava diversos crimes não apurados, alguns deles com suspeita de envolvimento de policiais.

A rodada de reuniões nas cidades do interior com a cúpula da Defesa Social vai ocorrer ao longo do ano com representantes das 15 RISPs que não estão na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A intenção é que, além do recebimento das demandas das regiões ao longo do ano, o secretário, chefe da Polícia Civil e comandante da Polícia Militar possam conferir ‘in loco’ as opiniões das lideranças policiais e demais instituições relacionadas ao Sistema de Defesa Social.

DEMANDAS
O recém-empossado secretário municipal de Segurança e Convivência Cidadã, Coronel Ramalho, adiantou que pretende apresentar às autoridades estaduais proposta de parceria para reativação do programa ‘Olho Vivo’ no município. Outras questões a serem tratadas no encontro serão o enfrentamento à epidemia do crack, além de ações para coibir a violência. Uma prioridade é implantar o quanto antes um Centro de Internação de Adolescentes (CIA).

Emperrado desde maio de 2009, o projeto de construção da sede administrativa da RISP, que uniria, no mesmo local, Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros é outro assunto em pauta. A doação do terreno no bairro Novo Cruzeiro foi aprovada por unanimidade pela Câmara Municipal. Inclusive já haveria uma verba de R$ 8 milhões destinada à obra. Entretanto, passados quase quatro anos, sequer um tijolo foi erguido no local. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!