Proposta da PBH põe fim à greve da Guarda Municipal

A proposta apresentada pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), na tarde desta sexta-feira (26), pôs fim à greve da Guarda Municipal. Em reunião ficou definido que uma comissão será formada, por membros da administração municipal e representantes da categoria, para tratar das reivindicações dos profissionais.

De acordo com a PBH, a questão salarial da Guarda Municipal está sendo tratada de maneira igualitária em relação às outras categorias de servidores, com a proposta de reajuste de 6,2% no vencimento-base e de 6,67% no valor do vale-refeição, em dezembro deste ano.

Nesta sexta, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) determinou a reintegração de posse pela Prefeitura de Belo Horizonte do prédio onde funciona a Guarda Municipal. Além disso, determinou também a suspensão imediata da greve, sob pena de multa diária no valor de R$ 30 mil.
A greve da Guarda causou transtornos à capital nessa quinta-feira (25). Por conta das manifestações e por falta do efetivo, a PBH chegou a decretar situação de emergência no município.
O TEMPO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!