Sargento reformado é morto a tiros na porta de casa

Um sargento reformado de 50 anos foi brutalmente assassinado na noite dessa quinta-feira (18), em São José da Lapa, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ronaldo Schuwenk Ferreira, que há cinco anos era lotado no 36º Batalhão da Polícia Militar, foi baleado seis vezes na porta de casa, na rua Irmãos Vital, no centro da cidade.
Segundo relatos da esposa de Ronaldo Schuwenk Ferreira os militares que atenderam a ocorrência, o sargento reformado foi atingido pela grande quantidade de tiros no momento em que acompanhou umas das filhas do casal, de apenas 8 anos, a colocar o lixo para fora da residência.
Ronaldo Schuwenk Ferreira chegou a ser socorrido por um policial à paisana, após o mesmo escutar o barulho dos disparos de arma de fogo e ver um carro prata passando em alta velocidade perto da casa do sargento reformado. Em poucos minutos, cabo Piter foi ao local e pediu reforço ao encontrar a vítima caída ao chão e sangrando muito.
Ronaldo Schuwenk Ferreira foi levado até a Policlínica de São José da Lapa, onde recebeu os primeiros socorros e, em seguida, teve que ser transferido de ambulância para o Hospital Risoleta Tolentino Neves, em Venda Nova, na capital mineira. Porém, o sargento reformado não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.
A autoria e motivação do homicídio ainda são desconhecidas e investigas pela Polícia Civil. Durante socorro do sargento, a esposa dele informou aos policiais que não encontrou a carteira do marido e que, provavelmente, o pertence foi levado pelo autor ou autores dos tiros que mataram a vítima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!